quarta-feira

Mudança só com a Granero

Tenho 30 anos e meu ex-namorado 28 anos namoramos por cinco anos. Quando eu o conheci me apaixonei de cara, adorava o jeito que ele falava, ele era extrovertido e engraçado, gostava de sair e agradava a todos.  Ele era exatamente o que eu queria e sonhava para mim, não demorou muito e logo estávamos namorando apesar dos momentos bons que tivemos percebi que ele não mudava suas atitudes continuava a sair com os amigos em sessões de bebedeira e não fazia questão da minha presença, por causa disso brigávamos quase todos os dias, com tudo o que acontecia a relação começou a desgastar, ele atrasava os compromissos que tinha comigo e por vezes chegava bêbado para sair ou ficar comigo, foram cinco anos de agonia e brigas, além disso, ele me traia e eu fingia que não sabia, até que não aguentei mais e terminei. Ele nem se afetou e logo estava namorando outra pessoa e eu chorando e decepcionada. Agora ele voltou a me procurar e eu o estou evitando, ele falou que a nova relação dele terminou e ele descobriu que sou o amor da vida dele, ele afirma que mudou que hoje ele sabe o que quer e que ele só precisa de uma oportunidade para mostrar suas mudanças. O problema é que ainda estou magoada e até queria dar mais uma chance, pois sei que nos amamos e ele é uma pessoa do bem, mas queria ter provas antes, queria realmente ver essas mudanças e que ele confirmasse o seu amor por mim com atitudes, mas ele fala que para eu ver essas mudanças tínhamos que voltar a namorar. O que você acha disso? As pessoas mudam? Devo dar uma chance a ele? Será que a nossa relação pode dar certo? 

Geralmente agimos com o coração, por isso não vou te condenar por querer acreditar na mudança repentina desse mancebo, se você quiser perdoá-lo você o fará independente do que eu diga, então esteja consciente de que há uma grande chance dele estar te enganando. Ele é do tipo que não quer ficar sozinho, mas quer levar a vida como um solteiro acompanhado... Você ficou com ele por mais de quatro anos e ele não mudou, ele teve outra namorada e também não mudou, porque agora em menos de um ano ele se vê preparado para assumir um relacionamento sério com você? Acho muito cedo para todas essas mudanças, mas sempre tem exceções, eu sei que você está em dúvida e esse fantasma irá assombrá-la por muito tempo, portanto se você acha que deve dar uma chance, então dê... Porém tenha cautela, veja as atitudes dele, mas sem se tornar uma neurótica das regras...  O que você tem que ficar de olho e na mudança dele, no amor que ele sente e o respeito que ele tem por você, na relação que os dois estão construindo e o que ele planeja para o futuro do casal... Nessa segunda chance você deve impor o que quer a ele, dizer que sabia das traições e que essa mudança tem que ser para o bem dos dois e que não adianta forçar uma barra só para tê-la de volta... Se por acaso essa volta não der certo pelo menos você terá a consciência que tentou e com isso não terá mais a cobrança do “se eu tivesse”... Com isso você se livra do fantasma que perturbaria o seu futuro e pode seguir em frente em busca de um amor que queira realmente estar ao seu lado... Lembre-se: Não se prenda tempo demais a uma pessoa que não lhe agrada, nem sempre o que você quer e o mesmo que o outro procura ás vezes à mudança tem que ser para os dois, por isso cada um tem que ceder um pouco, mas na medida do possível sem afetar suas convicções...

segunda-feira

Sonhando com o par perfeito

Fred!!! Eu tenho um namorado há sete anos, tenho 27 anos, ele diz que me ama muito e a nossa relação é muito boa apesar dele ser extremamente ciumento e se irrita com facilidade, só que essas atitudes me incomodam muito. Sei que ele se esforça para melhorar, ele controla o ciúme e a sua agressividade... Nesses sete anos em que estivemos juntos o ciúme dele nunca teve fundamento, mas atualmente tem porque acho que estou apaixonada por um rapaz do trabalho... Agora vou trabalhar feliz e mais arrumada, meus olhos brilham quando o vejo, meu coração acelera, minha autoestima melhorou, estou fazendo exercícios e até emagreci... Porém nunca passou de um flerte, até porque, eu não tenho capacidade de trair meu namorado. No trabalho eu percebia que o rapaz também ficava feliz em me ver, gostava de ficar perto de mim, mas nunca me falou nada... O problema é que ele tem 20 anos e saiu do trabalho, ele pediu demissão, eu fiquei arrasada, chorei escondida, parei com os exercícios e engordei, penso nele todos os dias, me sinto mal, pois meu namorado é uma pessoa maravilhosa, e eu gosto muito dele e de toda a sua família, não queria ter sentido isso, fico muito mal quando me pego pensando no outro... Sinto uma angústia muito grande. Não contei para ele, pois acho que seria um caminho sem volta. O que devo fazer?


Seria melhor se você tivesse ficado com ele, pois saberia que ele é um homem igual a todos, mas como isso não aconteceu idealiza nele um homem perfeito para você... Tente não alimentar esse amor proibido, arrume algo para ocupar a cabeça e que ajude a desviar esses pensamentos... Mas lembre-se de colocar um prazo para esquecer esse mancebo, porque vai chegar o momento em que você terá que decidir se irá atrás desse amor platônico, já que carnal não rolou nada, ou ficará com a segurança do amor que você conquistou, plantou e alimentou por sete anos como se fosse um Gremlins... rs. Porém, se nem balde de água fria adiantou para esquecer o fogo pelo garotinho é melhor parar tudo e se perguntar: quero seguir em frente com esse namoro? Porém se for essa sua escolha o risco de se arrepender é grande já que são sete anos de namoro que você diz ser muito bom, jogado fora para entrar em uma relação no escuro com um rapazote que nem terminou os estudos, por isso pense bem, pois algumas escolhas que fazemos na vida às vezes não têm volta... Você me passou pouca informação sobre a sua relação atual, então analisei pela probabilidade e pelo tempo de namoro e cheguei a conclusão que o problema do seu namoro pode ser o marasmo, isso quer dizer caiu na rotina... Esse é um mal que ataca os casais e é preciso combatê-lo com fervor, você precisa conversar com o seu par e achar uma solução para dar um basta nessa situação... Vocês precisam sair da zona de conforto, talvez se você e ele fizessem uma viagem, saíssem mais ou apimentassem o relacionamento resolva esse caso de amor perdido e quem sabe a relação possa tomar o rumo da felicidade novamente... 

Ninguém vai passar a mão na sua cabeça

Tenho um relacionamento de quatro anos e tem um ano que moro com ele. Mais depois que descobri uma traição dele nunca mais fui à mesma, achei que seria fácil superar, porém eu não confio mais nele, perdeu-se o fogo da paixão e chama foi-se apagando e o meu amor por ele também. Com tudo isso que aconteceu na minha vida eu conheci uma pessoa no meu trabalho e estou apaixonada por ele, me sinto muito feliz, quando estou com ele, mas ele também é casado, saímos algumas vezes até que me dei conta que essa situação estava saindo do controle e terminei o nosso romance, só que agora estou triste e sofrendo e vejo que ele está sentindo o mesmo, o pior de tudo é que nos vemos todos os dias no trabalho está difícil suportar. Eu quero muito esquecer, viver a minha vida, ele é casado e estamos nesse rolo já vai fazer oito meses. Ajude-me!!! O que devo fazer?


Você tem duas opções: Tentar recuperar a confiança no seu “namorido” e seguir em frente ao lado dele ou terminar com ele, ficar solteira novamente para buscar um novo amor que não é nenhum dos dois, pois um te traiu e perdeu o seu amor e o outro é casado e safado... rs. Não adianta usar a lei da compensação, ele me traiu eu também vou trair, isso é apenas uma “vingancinha paliativa” que não leva a nada, errado estão os dois e ainda mais você que não gostou de ser traída e fez o mesmo com a esposa do mulherengo casado como se fosse um telefone sem fio e ainda quer se passar de coitadinha, fala sério!!! Eu sei que o casadinho lhe disse várias asneiras no pé do ouvido, coisinhas lindas que fazem as mulheres se apaixonarem, mas a maioria dessas frases lindas são lorotas para te conquistar... Agora eu pergunto: Ele está sofrendo mesmo? Eu acho que não, pois ele continua com a esposa em casa e se marcar ele tem outras como você a tira colo para seu bel prazer, ele é igual aos outros casados que não se contentam com a esposa em casa e se acham à última bolachinha do pacote, ele deve ter falado que o casamento vai mal das pernas, que não ama mais a esposa, mas continua com ela, por pena ou pelos filhos ou por problemas financeiros, médico e por aí vai... Deve ter lhe iludido com promessas, mas cumpri-las, aí sim, fica difícil... rs. então esqueça mesmo esse homem casado e pense em você... O que você realmente que da sua vida? Será que eu preciso mesmo ter alguém do meu lado agora? Será que eu consigo ficar sozinha? Posso ser feliz solteira ou eu preciso de uma bengala masculina para me firmar como pessoa? Faça uma lista de perguntas para você descobrir o que realmente quer e uma lista de desejos/prioridades que precisa conseguir sozinha sem depender dos outros... Pois se fosse espera de mim uma solução mágica, está enganada, eu não sou o “Mister M” e em nenhum momento eu vou incentivar o seu romance com um homem casado, então retome o passado com o antigo ou procure outro no futuro... Procure a sua felicidade primeiramente em você, porque não dá para ser feliz como casal, se não alcançar a sua felicidade plena por si só...

terça-feira

Atraso de vida

Olá!!! Tive um relacionamento de dois anos e meio, porém um pouco mais de um ano juntos descobrir suas traições, terminamos, mas logo o aceitei de volta só que não confiava mais nele e passei a desconfiar de tudo. Ele começou a se afastar e deixou de ser atencioso e as brigas passaram a ser constantes. Quando chegava o final de semana ele sumia e terminávamos, até que cansei dessa situação e o chamei para uma conversa e decidimos por um fim definitivo a nossa relação. Após alguns dias eu tentei voltar só que ele estava decidido e não queria mais retomar a nossa relação. Seguimos em frente cada um no seu caminho, depois de alguns meses conheci uma das mulheres que ele ficou, ela me disse que eles eram colegas de curso e pela fama que ele tinha, ela não quis ter nada sério com ele e ainda por cima quando ela descobriu que ele namorava. Mesmo depois disso ele continuava insistindo com ela e depois do nosso termino oficial ele continuou procurando por ela. Essa história foi um balde de água fria na minha vida, mas serviu para eu parar de lamentar o final da nossa relação. Ele fazia isso com todas, mas na verdade ele nunca gostou de mim e sim dela, porém não estão juntos porque ela não o quis. Mandei mensagem para ele e disse que estava sabendo de tudo e de todos os seus casos e ele voltou a me procurar, mandava mensagens e eu o ignorava, até que não aguentei e voltamos, mas dessa vez foi diferente, ele não era igual eu sentia que não era prioridade na vida dele e não me adicionou em sua rede social, isso era muito estranho e terminamos novamente, mas ele continua atrás de mim, ele fala que vai mudar, porém não sinto sinceridade em suas palavras e, além disso, minha mãe não vai aceitar o nosso relacionamento novamente por tudo que ele me fez sofrer. Ele falou que iria resolver com a minha mãe, mas até agora nada, então discutimos e ele me disse que não falou ainda com a minha mãe por conta das minhas oscilações sentimentais, continuamos brigando muito ele dá uns sumiços e vem com desculpas esfarrapadas e tenta de todas as maneiras a reconciliação, e ficamos nessa de termina e volta até hoje. Essa semana eu fui a casa dele e ele não estava tinha saído para farrear, então aproveitei para vasculhar nas coisas dele e me surpreendi com um envelope com todas as nossas fotos, achei estranho ele não ter jogado fora junto com o lixo da reforma que ele fez... O que pensar de um homem que guarda as nossas fotos? Será que ele gosta de mim? Que tipo de homem ele é?


Ele é do tipo crianção imaturo, porém não é por isso que ele não está com você e sim porque ele não está afim... Você mostrou no seu e-mail que tinha o controle da situação, mas a quem você queria enganar... rs. Toda vez que terminaram você dava um jeito de correr atrás ou de saber como estava indo a vida dele sem você ao lado dele, você conseguiu conhecer uma ficante dele e não sossegou enquanto ela não revelou como era ficar com ele, e ainda constatou que ele não gostava tanto assim de você como pensava e mesmo assim continuava remexendo e vasculhando a vida do mancebo tentando se enganar dizendo que não estava nem aí para ele e se fazendo de difícil quando ele queria apenas lhe dar uns apertos... rs. O que você precisa fazer é se livrar desse fantasma porque senão ele vai assombrar todos os seus futuros relacionamentos e para que isso aconteça tem que por um ponto final nesse vai e volta... Pense e olha a sua história passaram-se mais de dois anos e você continua nesse lengalenga com ele, esse relacionamento não tem futuro, procure não ter mais contato com ele, apague-o da sua vida social e não queira saber notícias dele... Agora se você quer perder mais tempo de vida, volte para ele, um cara que te trai, não saí com você no final de semana, te esconde nas redes sociais e não lhe trata bem, porque se você acha que aparecer de vez enquanto em sua vida, lhe dizer palavrinhas doces e lhe dar um afago na cabeça quer dizer que te ama, você precisa rever seus conceito sobre o amor... Pare de se enganar e procurar sinais de amor da parte dele, se ele guarda as fotos não quer dizer que ele te ama, só quer dizer que um dia você fez parte da vida dele... Eu mesmo tenho guardado cartas e fotos de namoradas do passado até hoje... e olha!!! Que tem umas bem amareladas pelo tempo... rs.  Acorda!!! Pare de viver do passado e olhe a sua frente, tem um futuro lindo te esperando...

Ressuscitando o passado

Olá, Fred!!! Tive um relacionamento de dois anos bem conturbado, pois eu era extremamente ciumenta e possessiva. Privei-o de tudo, vigiava suas redes sociais, era um pouco manipuladora, muito apaixonada e fissurada em saber todos os detalhes do passado dele. Acabei desenvolvendo TAG (transtorno de ansiedade generalizada) nesse relacionamento. Para mim, ele era o amor da minha vida e não conseguia viver sem ele. Ele não aguentou e acabou terminando. Passei oito meses solteira e no inicio foi muito ruim, quase entrei em depressão, mas depois fui me acostumando e vivendo bem sem ele, apesar de não o ter esquecido completamente. Conheci meu atual nesse tempo e nos apaixonamos, mas acabei sendo a mesma pessoa que era com meu ex: ciumenta, possessiva e controladora. Era muito apaixonada por ele e logo deixei de sentir o que sentia pelo meu ex. Sempre tive certeza de que não sentia mais nada pelo meu ex. (inclusive o vi duas vezes e nada senti). Mas no inicio do namoro com meu atual, eu o trai algumas vezes. Depois de dois anos, o sentimento de culpa tomou conta de mim (pois, nunca foi do meu feitio trair) e veio à tona minha TAG. Passei cinco meses com crises diárias, contei tudo para o meu atual namorado. Tomei remédios e fiz algumas sessões de psicoterapia. Passamos por várias crises, nos separamos e voltamos umas três vezes. Ele quis descontar minhas traições, chegou a ficar com uma menina, mas continuamos juntos. Hoje estamos bem como casal, mas desde que contei tudo para ele sobre as traições e que meu transtorno de ansiedade voltou, eu passei a ter sonhos com meu ex. como se ainda gostasse dele. Eu tinha certeza que não, mas os sonhos foram tão insistentes, que passei a achar que era porque eu ainda o amava e já faz meses que estou assim. Juntou isso com o fato de eu não estar mais apaixonada pelo meu atual, hoje o nosso sentimento está brando, afinal, são três anos e a paixão tem prazo de validade. Então estou cheia de dúvidas, angustiada sem saber o que sinto de verdade por um e por outro. Junto com a dúvida de saber se amo mesmo meu atual, estou obcecada pelo o que realmente sinto pelo meu ex. Será que o que eu sentia pelo meu ex. era amor de verdade? Mas porque estou sentindo isso agora, depois de anos? Por favor, me ajude! Estou quase entrando em depressão. Não quero sentir nada pelo meu ex. não quero voltar com ele, não consigo me livrar do que sinto quando penso nele, parece que eu ainda amo, que ele foi o amor da minha vida. Não quero isso. Quero ficar bem com meu atual. Ajuda-me, por favor! 

No seu caso essas dúvidas no relacionamento acontecem com todo mundo, não é uma exclusividade sua... Quando o nosso relacionamento atual não vai bem, a tendência é projetar as suas frustrações em uma relação do passado, onde você acredita ter sido feliz e que a sua memória se esqueceu das partes ruins que essa relação trouxe para você. Não acredito que você ame o seu ex. ele é apenas uma fuga para que você não enfrente os seus problemas com o atual namorado. Na verdade você não quer acreditar que mais uma vez sua relação não está dando certo e que pode até ser culpa sua... O que você pode fazer é sentar e conversar com o seu namorado para tentar resolver as pendências do casal, e até quem sabe esse papinho possa resolver e dar um rumo diferente para a sua relação... Agora não se preocupe e nem se martirize por uma relação que não deu certo, não é todo mundo que acerta de primeira e nem de segunda e assim por diante... Tem gente que só acha o seu companheiro após várias tentativas e independentemente da idade em que se encontra. Então se o atual não for o ideal para você passe o para frente e pegue outro, porque a roda da relação não para nunca de girar. Com relação ao ex. ele já era virou passado, porque ressuscitar o que está enterrado tem que olhar para frente sem medo do futuro, não dá para ficar nessa lengalenga do passado por uma falsa segurança... Mas se o seu problema com a TAG estiver atrapalhando sua busca por uma relação ideal, pare tudo, procure um tratamento e depois retome a busca pela sua felicidade como casal...