segunda-feira

O enrolador


Oi Fred!!! Tenho 41 anos e namorei um homem de 40 anos por dez anos, no início do namoro ele não me elogiava, acabava com a minha autoestima, fazia ciúme com as amigas e chegou até a admitir isso, depois de um tempo o relacionamento melhorou e eu perguntei de forma objetiva qual seria o futuro da nossa relação (namoro eterno? noivado? casamento? morar junto?), ele  disse que queria namorar comigo para sempre, mas cada um na sua casa, eu não aceitei e ele para não me perder disse que casava, logo depois a mentira caiu por terra e eu terminei tudo... Saímos por oito meses e ele tentava reatar o compromisso e eu me esquivando... Gosto de ficar com ele, mas ele não vai me dar o que eu quero (um relacionamento mais sério...) então continuei saindo com ele até encontrar outro... Deu certo por um tempo... Separamos de novo, mas nunca deixamos de nos ver... Agora, o problema é que há um ano atrás ele quis reatar e eu não quis... Ele me disse que não ficávamos sério porque eu o tratava muito mal, que ele era ridicularizado e humilhado por mim... hoje estamos bem e voltamos a sair, ele diz que não precisamos ter rótulos, mas eu quero um compromisso; já pedi um milhão de desculpas sobre o meu comportamento anterior, mas ele não assume o namoro, e agora tem as mesmas atitudes que eu tinha para com ele (humilhações e xingamentos), eu o perdoo porque imagino que esteja se vingando do passado... A questão é que me apaixonei de novo e ele me trata com muito desprezo, mas não me larga de jeito nenhum, quando percebe que vou desistir faz algo para não me perder. Ele me disse que não sai com mais ninguém, que gosta muito de mim, eu acredito sinceramente nele; sei que devo tomar uma  atitude e conversar com ele, mas são 13 anos de relacionamento e está muito difícil... Não sei como dizer e o que dizer para ele entender que estou sofrendo, gosto dele e queria uma relação inteira, não quero bancar a vitima e nem conquistá-lo com chantagem... Ajude-me

Parece martírio ou masoquismo!!! Nesses treze anos o que vocês construíram? Nada!!! Não se casaram, não formaram uma família, não tem afinidade afetiva, não moram juntos... Eu pergunto: o que você está fazendo com a sua vida e com o seu tempo? Se você não está satisfeita com a situação então mude, o que adianta ficar nesse vai e vem durante tantos anos; a culpa é sua você tem que ser firme nas suas decisões, converse com ele explique o que está acontecendo não é tão difícil assim, você teve coragem de dizer tudo isso a um desconhecido porque não faz o mesmo com ele, pense!!! É a sua vida que está passando, são os seus sonhos que estão se esvaindo; a frase “satisfação garantida ou seu dinheiro de volta” não vale para o seu caso porque a insatisfação não vai trazer dinheiro e muito menos os anos desperdiçados em um relacionamento estagnado e sem futuro; até uma tartaruga é mais rápida que você, dê uma prensa nele; se não der certo siga o seu caminho sem olhar para trás, ainda dá tempo para você ser feliz, mas corra...rs

Tudo ao seu tempo.

Olá, Gostei muito do Blog. Em novembro conheci um cara. Investi na conquista e fisguei o gato. Ele disse que tinha acabado de sair de uma relação há pouco tempo e que dela havia uma filha. Até ai tudo bem, pois tenho um filho de 6 anos e não vejo nada demais, ele disse que tinha dando um tempo com a ex, para ver no que dava. Desisti do gato já passei por isso antes e quem ia acabar mau na jogada era eu. Conheci outro cara 4 anos mais novo que eu. Não dei muito credito mas vi que era boa pessoa e resolvi apostar, me pediu em namoro e aceitei; acho que me precipitei, já quis terminar, mas ele ainda insiste. Não sinto por ele aquela sensação gostosa de estar com alguém. Ele e o namorado que toda mulher deseja. Já não sei o que fazer é sempre a mesma coisa; não consigo me prender a ninguém, sou correspondida, perco o interesse e parto para outra. Já to cansada disso. Help!!! Não quero acabar sozinha. Beijinhos
Eu sei!!! Aquele cara é gentil, me trata como uma rainha, porque não posso ficar com ele? Porque você não gosta dele, fazer o quê? Será que você está pronta para um novo relacionamento? Não adianta forçar a barra; ter qualquer um é o mesmo que não ter ninguém, deixa rolar, logo vai aparecer alguém em sua vida, enquanto isso vá tocando os seus projetos e sonhos; desencana!!! Aproveite o seu momento de solteirice.

O Pac-Man mora na minha casa.

Olá Fred, achei ótimo o seu blog e resolvi escrever sobre o meu problema... Sou casada há 8 anos, sou uma pessoa que gosta de conversar, e de ter atenção, mas meu marido realmente é uma negação nesta parte, e sofro por isso queria conversar trocar umas idéias, mais ele adotou uma nova pessoa na sua vida  o “vídeo game”, odeio isso, o barulho do controle sendo apertado me sufoca, me deixa louca a ponto de querer jogar os dois pela janela... Meu marido só me da atenção quando quer alguma coisa (sexo claro), me sinto usada porque em outros momentos só pensa em jogar, mas quando sente falta me procura, o que posso fazer para mudar esta situação e deixar claro que um casamento não dura assim. (por favor não me diga para jogar com ele).... Obrigada

A solução é você buscar uma concorrência, não é para traí-lo...rs Procure não dar atenção a ele, ocupe o seu tempo livre fora de casa, saia com as amigas, faça uma academia ou qualquer coisa que você sempre teve vontade, mas não foi egoísta o suficiente para fazer... Deixe-o notar que você não está tão presente como deveria, logo ele vai ficar com a pulga atrás da orelha e irá querer conversar sobre a sua nova rotina... Aí!!! Você vai estar com o domínio da situação e poderá fazer exigências, reclamações e até mesmo um ultimato...rs

domingo

Vamos aprender a respeitar.

Oi Fred! Tenho um relacionamento de 16 anos... Eu e meu marido sempre brigamos, por diversos motivos (álcool, desemprego, filhos e etc). Ele sempre foi muito romântico, gostava de mandar flores, de dormir juntinho, de mandar bilhetinhos... Eu nunca fui romântica, mas sei que o amo muito assim do meu jeito. Ele sempre reclamou, diz que sou seca e fria e isso me magoa. No ano passado tivemos muitos problemas, ele saiu do emprego e abriu um negócio que não deu certo, sendo que ele ficou um "caco"... Por causa disso um conhecido o convidou para uma visitar uma igreja evangélica, nós sempre fomos espíritas, ele aceitou o convite para conhecer a igreja; conclusão, virou evangélico de lá para cá nosso relacionamento piorou, ele está intolerante, e brigamos por qualquer motivo, ele cobra de mim a romântica que eu nunca fui. Para terminar, pedi a ele para sair de casa, e estamos separados há três semanas, estou morrendo de saudades; Não sei o que fazer? Se isso é um motivo para uma separação ou se devo tentar, não quero mudar minha religião por causa dele. Preciso de uma orientação de alguém que esteja fora da situação, aguardo sua opinião. Obrigada
 
Um dos elementos para que um relacionamento vá em frente é o respeito. Ele tem que respeitar as suas crenças ou pular fora... Ninguém pode impor a sua vontade ao outro; com relação ao romantismo, ele a conheceu assim; pouco romântica e na época gostou e aprovou, então não teria o porquê de reclamar, mas nesse caso como você gosta muito dele podia abrir uma exceção para o bem da nação, fazer um esforço e ser um pouco mais amorosa em prol desse amor que sentem um pelo outro. Dica: Pare de brigar, converse, abra seu coração, não deixe nenhum assunto pendente, essa é uma boa hora para decidir o futuro dos dois (separar ou caminhar juntos pela eternidade...rs).

sábado

Desculpas e mais desculpas.

Sou uma mulher de mais de 40 anos, atraente, independente. Há seis anos meu casamento de quase vinte anos estava em crise. Convenientemente, me envolvi com um colega de trabalho; no início achei que não era nada demais, eu estava me separando e ele também; éramos amigos se consolando. Só que claro! Acabei envolvida, quanto mais eu exigia, mais ele se afastava, até que descobri que ele tinha outra, que também estava se divorciando, entrei em depressão, chorei tudo e mais um pouco, mas a vida continuou. Bom, devia ter ficado por aì; se eu não fosse obrigada a conviver com ele no trabalho, continuo sentindo vertigens ao lado dele, não consigo me controlar, e de vez em quando ainda rolam uns beijos escondidos. Devia-me sentir culpada, mas não sinto, apenas me acho profundamente burra sabendo que ele não gosta de mim e eu não sou mais a sua amiga especial de antes. A namorada vive de olho, com olhares atravessados, não sei o que ela sabe ou desconfia. Meu namorado que não o mereço, nem sonha. Já fiz anos de terapia, sei que o meu problema é a falta de uma figura paterna forte, que o meu superego é torto, que meu ego é manhoso... Saber disso não resolve nada, quando vejo estou me jogando para ele. O que eu faço? Você conhece um pai-de-santo bom?

Sinceramente acho que você não precisa de boneco vodu, macumba, e muito menos de um Pai de Santo, o que precisa e de umas boas palmadas para deixar de ser sem vergonha... Eu vou começar a trair as mulheres e usar a minha mãe como desculpa ou até mesmo o meu ego, superego, megaego, hiperego, ultraego ou qualquer herói-ego que existir ou eu quiser inventar...rs Você diz que tem um namorado bacana que não te merece, poxa!!! Torne se merecedora desse rapaz e pare de vadiar pelo escritório como se fosse uma gata sarnenta... Você me conhece, sabe que defendo as mulheres, as acho sensíveis e emotivas o que me revolta e quando elas se envolvem em roubadas amorosas por causa de alguns homens canalhas e safados, mas tenho que ser justo e imparcial, e no seu caso se o depoimento fosse do seu namorado eu diria para ele pular fora que você é uma roubada. Frase para pensar; “não faça aos outros, o que você não gostaria que fizessem com você”. Cansei!!! Tome jeito!!! Você não é mais criança!!! Não preciso e não quero dizer mais nada...rs.

Faz parte do jogo.

Fala Fred, tudo bem? Não deve ser comum homem perguntar sobre problemas de relacionamentos. Então lá vai... Quando ele sabe que ela está interessada, ele a trata como se não soubesse de nada elas piram e tentam o tempo todo chamar atenção. O homem quando realmente tem certeza que ela está interessada, com toda a sutileza do mundo, resolve falar que também está interessado, a doida simplesmente se faz de esquecida e some, como se nunca tivesse sentido atração ou coisa parecida por ele. Então te pergunto, qual é a dessas loucas? Para que complicar as coisas? Abraços

Olha!!! Não sei ao certo o que se passa na cabeça das mulheres e nem elas sabem o que acontece na cabeça dos homens. Não sou contra fazer joguinhos de conquista, mas todo jogo tem os seus riscos, nesse caso a moça agiu como os homens, cansou de esperar, se fez de difícil e deu o troco, mas se preferir pode considerar esse jogo como empate...rs

sexta-feira

Não importa o tamanho da varinha e sim a mágica que ela realiza.

Olá Fred!!! Tive um namoro que durou pouco tempo... Conheci o rapaz através da minha prima, no aniversário dela, mas não chegamos a ficar... Conversávamos por MSN até se encontrar novamente... Finalmente ficamos... Ele me levou para conhecer a família dele... Mas só depois de certo tempo foi que transamos... Ele tinha os documentos pouco avantajados, pequeno mesmo! Depois dessa primeira vez nunca mais transamos... Oficializamos o namoro algumas semanas após essa transa, com direito a colocar "namorando" em sites sociais... Mas nunca mais transamos... Eu sempre dava dicas e indiretas de que queria mais e nada da parte dele... Após uma longa espera, mandei uma mensagem dizendo que queria ir a um motel, e ele terminou comigo nesse dia... Será que ele sofre algum problema de auto-estima por causa do tamanho de seus documentos? Obrigada!!!

Pode ser pequeno, mas pelo menos funciona senão você não ia querer mais...rs Agora se o cara é traumatizado por causa do pequeno Júnior não posso afirmar... Com certeza deve ter sido muito difícil para ele viver com o grão de bico e agüentar uma dúzia de apelidos sacanas e as gozações dos amigos da época de colégio, isso provavelmente deve tê-lo afetado...rs A única solução para esse caso é terapia, ou passar o bisturi no amendoim...rs

A barca furada.

Fred! Tenho 30 anos, sou solteira... No momento estou "ficando" com um rapaz da mesma idade, estou triste e sofrendo muito com ele... Infelizmente sou cega e burra por ainda estar ao lado dele. Estamos juntos há 5 meses e ele não está afim de mim, perguntei por que ainda está comigo já que não gosta de mim? Olha só a resposta!!! Gosto de ficar com você, mas é só isso por enquanto, disse que a culpa não é minha o problema é ele que não consegue gostar de ninguém. É normal isso? Porque sou tão idiota e imbecil de ainda gostar dele? A última vez que conversei sobre o nosso relacionamento deu tudo errado, fiquei mal e no dia seguinte não conseguia nem comer; porque isso acontece comigo? Adianta ser bonita, inteligente, independente... E não ser amada por quem amamos? Para que? Fiz uma grande besteira disse a ele que só queria que ele me amasse, que gostasse de mim só um pouquinho, que era melhor do que ficar sem nada... No fundo isso é verdade, antes ter um pouquinho do amor dele, do que não ter nada. Eu sei que não mereço viver de migalhas e muito menos de esmolas... Mas porque ele não gosta de mim? Ele diz que se eu parar de ir atrás dele pouco importa e não vai ligar. O que eu faço? Sei que não devo ir atrás dele mas se eu não fizer isso ele vai me esquecer, vai arrumar outra mulher e como eu fico nessa história e se eu continuar atrás dele quem sabe um dia ele se apaixona por mim. Obrigada pela atenção.

Palmas!!! Arrasou!!! Vou mandar um caminhão de entulho te recolher, você deixou essa pessoa transformá-la em um lixo, saí fora!!! Como você pode menosprezar a sua inteligência e beleza perseguindo um homem que falou na sua fuça que não gosta de você, cadê sua auto-estima? A culpa dessa situação é totalmente sua... Você se considera incapaz de conseguir outro homem para a sua vida; como você conseguiu esse traste? Ele nasceu ao seu lado? Aposto que ele não caiu do céu, faça a fila andar... O que é inconcebível é viver essa sua vidinha medíocre, chorando e babando pelos cantos atrás de um homem que não lhe dá valor, implorando pelos restos da titica desse otário, que apenas está curtindo um pouco com você; vá tomar um banho de sol, o calor que vai sentir é muito maior do que esse relacionamento “caliente” que você tem...rs

Tenha o controle da sua vida.

Oi Fred!!! Primeiramente queria dizer que adoro sua sinceridade e as suas palavras elas realmente nos fazem acordar um pouco para a vida. Não sofro por falta de um amor, mas talvez para manter um. Fico com uma pessoa  há 6 meses ele nunca me pediu em namoro descendo de um cavalo branco... O relacionamento que temos  “dá-se” a entender que namoramos, passamos o final de semana juntos, viajamos, natal, réveillon... Na verdade o motivo pelo qual escrevo é a tamanha insegurança que sinto. Não posso ver nada, no Orkut, facebook, celular, que me apavoro. Morro de me medo de ser enganada e só eu não saber. Fico encanada o resto do dia quando leio ou vejo qualquer assunto sobre traição, imagino coisas, choro com as imaginações... Às vezes brigamos por isso...  A minha preocupação além da relação é também por mim, porque sofro com isso, com tanto ciúme, insegurança e acho que tenho baixa auto-estima. Confesso que não sou feia, todos dizem que sou bonita... Ele também é muito bonito e nesses dias de tanta oferta feminina, ele é um Deus Grego para a mulherada, nas festas quase o engolem e eu morro de ciúme e muitas vezes acabamos brigando. Não tenho tempo para fazer terapia, queria muito, pois sinto que preciso de ajuda, não quero me tornar uma pessoa amarga, rancorosa e ficar maluca vasculhando a vida dele. Sei que só devo tomar alguma atitude quando tiver certeza, mas tenho medo de não conseguir saber nada para então poder agir. Gosto muito dele e não quero estragar a relação, quero ter paz e acabar com essas inseguranças. Help!

Você primeiro precisa gostar de você para que os outros também gostem, ciúmes obsessivos e a insegurança, faz com que você passe a viver a vida dos outros e esquecer da sua própria, são como as drogas que nos consome...  Você tem que se controlar, tentar manter a calma, buscar a felicidade dentro de você e tentar viver a sua vida independente das outras... Converse com o seu amante, caso ou sei lá o quê... Descubra sutilmente o que ele tem com você, apresente o como seu namorado e veja qual é a reação dele, após isso se você se sentir segura, explique o seu problema, o que está sentindo...  Talvez uma boa conversa ajude você a desencanar e lhe traga um pouco de confiança... Se você não lutar para melhorar, ninguém mais o fará, seja forte... Caso você não conseguir se virar sozinha, vai ter que dar um jeito e arrumar tempo para ir a um especialista.

Não deixe a vida passar.

Olá Fred, tudo bem? A minha situação atualmente é a seguinte: gostaria muito de encontrar uma pessoa legal e que me trate bem, mas não consigo me interessar verdadeiramente por ninguém que se aproxima de mim. Eu acho que no fundo estou esperando conhecer alguém que faça o meu mundo parar, que não me deixe pensar em outra coisa, e blá blá blá. Só que isso não acontece, e eu acabo colocando milhões de defeitos nos carinhas que eu conheço. Eu sempre fico na duvida se devo ou não sair com algum deles, porque às vezes fico carente, mas na verdade não sei se me interesso por algum... Acho que se me interessasse não estava em duvida, fico com medo de magoá-los, mas ao mesmo tempo fico pensando se eu não estou deixando de dar a chance de conhecer uma pessoa legal. Me dê sua opinião, por favor. Beijos

Meu velho pai sempre me obrigou a comer comidas estranhas e exóticas que nem sempre agradaram o meu paladar, mas ele dizia para experimentar o máximo que podia acontecer era eu não gostar e ter que jogar fora.... Acho que você devia fazer o mesmo, dê uma chance para alguns dos seus pretendentes, o amor também vem pela convivência, não fique esperando por esse alguém que pode não chegar e ainda por cima te decepcionar, enquanto isso a vida está passando pela sua janela. Agora eu pergunto: Você quer ser uma telespectadora da sua história ou quer ser a atriz principal? Experimente quem sabe um deles pode vir a te surpreender e agradar o seu refinado paladar...rs

quinta-feira

Quem gosta de apanhar é tapete velho.

Oi Fred tudo bem? Sou divorciada, namorei um cara durante 2 anos e meio, nos víamos todos os dias e ele insistia em casar comigo, mas sempre recusei; acho que fiquei escaldada. Ele sempre foi amigo, amante e companheiro, antes de nos conhecermos ele fez cirurgia bariátrica e emagreceu 70 quilos. Quando namorávamos dei a maior força para que ele começasse as intervenções plásticas, fui enfermeira, psicóloga e amante, levantei a sua auto-estima para que ele vencesse o obstáculo da obesidade. Terminamos em setembro, dois meses depois ele me procurou e voltamos; descobri há pouco tempo no e-mail dele que  eu estava levando um baita chifre; chamei-o em minha casa e premeditadamente não quis ouvir nenhuma explicação, simplesmente meti a mão na cara dele, chamou-me de louca e o “escambau”... Nunca mais o procurei, pois não tenho vocação para Amélia; então ele começou a mandar várias mensagens pedindo perdão, enfim voltou a me cercar como se eu fosse um frango, não vou mentir; ainda gosto dele apesar da decepção ter sido grande, a última tentativa dele foi colocar o filho de 11 anos para conversar comigo dizendo que ele sentia saudades, conversei com o pequeno na boa, mas foi jogo sujo!!! Fred, você acredita como eu que esse cara deu com os burros n'água como conquistador barato devido ao aumento da sua auto-estima e agora está afim de um flashback ou ele se "arrependeu" e viu que gosta de mim? O que devo fazer? Esquecer definitivamente a história e botar uma pedra em cima do passado? Pelo visto ele gostou de apanhar, sei que não foi uma atitude legal, mas senti-me tão aliviada. Espero poder contar com sua visão masculina para ajudar-me....Beijos


Acho que ele gostou do novo visual, se aventurou no mundo dos “xavequeiros” e se deu mal...rs Quase todos merecem uma segunda chance quando se trata do amor e você ainda gosta dele porque não colocar esse relacionamento a prova, mas deixe bem claro que ele está em fase de experiência como se fosse um novo emprego; se você aceitar a minha sugestão, terá que ser sincera com os seus sentimentos e passar uma borracha no passado sem guardar nenhum rancor; não adianta perdoar e na primeira briga jogar na cara dele esse deslize como se fosse um mamão podre (também não pode bater no rosto do infeliz...rs), por isso pense e reflita no que é melhor para você.

Viva e deixe viver.

Olá, Fred! Ao contrário do que é mais comum no seu blog, não sou uma mulher escrevendo... Sou homem, tenho 23 anos, sou formado, bom emprego, boa aparência (sem falsa modéstia)... Namorei por três anos, sempre gostei muito da minha namorada, sempre a apoiei, fui parceiro, incentivador de seus projetos e ela sempre se queixou que eu não era muito romântico, carinhoso, enfim, até eu reconhecia essa minha limitação, mas eu não conseguia ser diferente... Apesar de todo esse tempo junto, não a via como minha futura esposa, ela tinha um gênio difícil, cheguei a terminar, mas por sentir muita falta dela voltei, há um mês ela terminou comigo e parece que não está nem aí, vai para todo lugar, sai com vários amigos que dão em cima dela, mal fala comigo, diz que está bem sozinha e quer continuar assim... Eu estou muito mal com isso, quero sempre saber o que ela faz, minha auto-estima está baixa, estou inseguro até mesmo para buscar uma nova pessoa, sinto-me chato... Nas horas de fraqueza mando mensagem, e-mail, falo por MSN e ela responde friamente... Quero esquecer tudo, quero deixar de fazer esse papelão... Mas sinceramente não tenho conseguido e não sei mais o que fazer! Sei que a receita básica é bola pra frente, vá a luta, ocupe a cabeça... Mas essas palavras não têm funcionado muito para mim, preciso de algo que efetivamente funcione!!! Alguma sugestão? Pelo amor de Deus, qualquer conselho, "tapa na cara", chacoalhada, qualquer coisa serve... rs. Obrigado!

O que dizer!!! Não sei se posso te ajudar, mas vou tentar... Acho você muito novo para estar nessa situação, você precisa curtir a juventude, devia focar o seu problema em viajar, curtir a vida, farrear... Acredito que você seja maduro para a sua idade, mas você precisa saber que não vivemos mais no feudalismo quando tínhamos que nos casar com 20 anos ou menos porque a vida era curta e quase não passávamos dos 40 anos; hoje você pode formar a sua família com calma e ter absoluta certeza de que fez tudo (viagens, baladas, namoros...), para que na hora que achar alguém que te mereça, você saiba respeitá-la e não venha a magoá-la com saidinhas furtivas pela madrugada para curtir loucuras e sonhos que ainda não realizou e muito menos colocar um filho no mundo e deixá-lo sem uma representação masculina, alguém que possa ensiná-lo sobre caráter, responsabilidade, honestidade, respeito, alguém de quem ele possa se orgulhar e se espelhar; hoje os relacionamentos estão banalizados troca-se de conjugue como se troca de roupa; uma mulher quando toma atitude de terminar nunca é por impulso, ela pensou muito a respeito, sua namorada deve ser novinha e deve ter caído a ficha de que a situação entre vocês dois estava séria demais e não tinha certeza se era o que queria para a vida dela naquele momento, não adianta pressionar, um mês é pouco tempo, deixe a moça respirar. Meu conselho para você e que aprenda com todo o relacionamento que tiver, se policie para ser sempre melhor, não seja ciumento, escute sempre a sua mulher com muita atenção ela dá sinais com bastante antecedência de suas insatisfações, a paciência delas tem limite e quando terminam geralmente é para sempre.

Faço tudo por amor.

Fred, estava vendo o seu blog e gostei bastante da forma como você analisa as situações. Estava saindo de um relacionamento fazia apenas um mês quando conheci esse rapaz, ele começou a dar em cima, e eu estava carente, ele insistiu para sairmos e eu aceitei, foi maravilhoso!!! Conversávamos e nos víamos de vez enquanto, após um mês ele me falou que era melhor a gente não se envolver porque ele era sem vergonha e eu iria sofrer, eu estava carente, saindo de um namoro super atribulado e pensei; quer saber de uma coisa, namorar para que? Vou curtir um pouco e aceitei apenas ficar com ele. Após 6 meses já não agüentava mais ouvir ele falar de outras mulheres, gostava de se comparar ao ator da novela que tinha duas ao mesmo tempo, minhas amigas falavam para eu abrir os olhos que ele não prestava, mas eu nem ligava e o enchia de carinho, mimos e presentes, um dia fiquei em frente à casa dele esperando e chorando por 2 horas. Um senhor viu aquilo e disse que eu estava fazendo papel de idiota, disse para eu me valorizar, que esse rapaz não me respeitava e que só me usava. Um dia conversando com a família dele, descobri que ele saía com outra mulher, foi como uma facada no coração, tivemos uma briga e conversamos, ele disse que gostava das duas igualmente, e eu só queria que ele saísse comigo alguma vez, que me desse um pouco de atenção e consideração, por fim aconteceu o ato de insanidade, fizemos as pazes e eu disse que ele podia ficar com quem quisesse que não me perderia; ele perguntou: Mesmo se eu arrumar dez namoradas, você vai ficar comigo do mesmo jeito? E eu disse sim. Voltei para a minha casa desolada, no dia seguinte não agüentei e resolvemos conversar, ele preferiu ficar com a outra, mesmo sabendo tudo o que sinto e faço por ele... Eu não sei o que fazer... Gosto muito dele... E para piorar emprestei uma grana alta para ele... Estou arrasada emocionalmente e moralmente, minha auto estima está no lixo. Vou ter que conversar com ele por causa do empréstimo, não sei se vou agüentar, sinto a falta dele, deveria estar brava mas só penso em perdoar. Ajude-me por favor...


Esse homem é foda!!! Ele avisa de um jeito pouco sutil que vai te sacanear, mas você não acredita; no fundo bate aquela esperança de que com você será diferente e insiste no cara errado... Quando ele fala sobre outras mulheres; é como se quisesse um aval para poder traí-la sem culpa, e você caiu direitinho como uma tonta... São 6 meses de relacionamento sem sair com ele e ainda por cima chorou duas horas esperando pelo dito cujo, se tivesse ouvido o tiozinho que lhe deu o melhor conselho da sua vida até aquele momento, teria indo embora com o orgulho ferido mas com a cabeça erguida, mas preferiu ficar choramingando e esperando por ele como se fosse um fungo... A melhor parte da sua carta é você implorando por migalhas e atenção, pedindo para ele sair com você pelo menos uma vez...rs Não sei se dou risada ou descubro aonde você mora e com um porrete tiro a sua cabeça do lugar para ver se aprende...rs E essa pergunta ridícula!!! "Se eu arrumar dez namoradas, você vai ficar comigo do mesmo jeito? E você diz que sim... Parabéns!!! Quando penso que acabou ainda fica pior, você empresta dinheiro para ele esperando ter alguma consideração, no fundo você sabia por que emprestou, achou que o prenderia com um amor material que por sinal não deu certo, ainda bem!!! Porque senão você iria se transformar em alimento para vampiro até não sobrar mais nada para ele sugar...rs Você pode perdoar, o que não pode e ficar remoendo e revirando esse amor inútil e sem propósito, uma paixão destrutiva que vai–lhe causar um mal terrível e quando der conta disso você estará acabada e desiludida para poder amar novamente; faça uma força, eu sei que consegue, acredito e tenho fé em você. Quando um amor nos faz esquecer os nossos valores, chorar, perseguir, lhe traz insegurança, insônia, ciúmes obsessivos, acaba com auto-estima e assim vai... é porque tem algo errado, você não pode viver assim, lute contra isso e lembre-se; amar não é sofrer, amar é ser feliz.

quarta-feira

Todo mundo precisa de um louco para enxergar a vida.

Olá Fred!!! Gosto muito da sua objetividade e empenho em ser verdadeiro. Sou casada e me apaixonei por um cara. Esse sujeito, se tornou ciumento, querendo que eu acabasse meu casamento, ligava em casa e não me dava chance para respirar e decidir. Achava que ele fazia isso por insegurança, conversamos, mas nada mudou, resolvi me afastar para decidir o que eu queria, foi quando descobri que ele era um baladeiro quase enfartei!!! Ele dizia que morreria por mim, ligava sem parar, fazia declarações de amor, como pode fazer isso. Dei um basta mas Ele continuo ligando em casa. E ao mesmo tempo, adicionando mil mulheres novas no orkut, Acho que ele era doido, hoje em dia estou separada foi uma decisão minha, fiquei magoada porque no fundo queria algo com ele, mas suas atitudes loucas não permitiram. O que você me diz? Beijos e sucesso!
Todos nós estamos sujeito a desejos e fantasias, é muito difícil manter um relacionamento por vários anos sem cair na rotina do dia a dia e acabamos tentados a sucumbir diante de uma traição; agradeça ao psicótico por fazê-la enxergar o que era melhor para você e adiantar o inevitável, a separação. Você procurou nesse doido um escape para o seu casamento que no fundo andava mal das pernas, o bom disso tudo é que a atitude que tomou de se separar foi por você e não por um louco qualquer. Desejo a você toda a felicidade nessa nova caminhada em busca do amor.

segunda-feira

Seja você mesma.

Sou romântica, sou uma mocinha de novela, filme e livro e sofro por isso, fico pensando porque não sou uma “periguete” promiscua que saí dando para qualquer um? Para você ter uma idéia, tenho 30 anos e conto nas duas mãos com quantos eu transei e pela maioria fiquei apaixonada; já tentei sexo sem amor, mas não gostei da experiência. Então nesse mundo onde a oferta é maior que a procura, em que homens só querem caçar e existem as “periguetes”, fico perdida, achando que eu sou a errada e que seria feliz se fosse uma delas. Principalmente, quando penso no meu vizinho, amigo e amante que só quer transar sem compromisso, eu não sofreria e seria mais feliz se só quisesse isso dele, teria alguém legal para não ficar na abstinência, enquanto não aparece algo mais sério, mas por ser romântica me apaixonei, mesmo sabendo que ele não é o meu tipo.... Agora estou aqui me sentindo inadequada, antiga... Dizem que os homens quando querem transar pegam a “periguete” e quando querem casar preferem o meu tipo, então quando os homens vão querer casar? Como encontrar alguém legal, quando se é romântica e introspectiva? Fui fazer pós e só tinha casados, faço aula de dança só tem mulheres, os amigos dos meus amigos são caçadores, está difícil.... rs.

Não seja ingênua e infantil tire da cabeça esse pensamento chulo de que todo homem não presta, isso é uma tentativa frustrada de nos culpar e esconder esse momento ruim pelo qual está passando... Não adianta ser afobada; o apressado come cru e faz escolhas precipitadas e impensadas... Os homens vão se casar quando estiverem maduros e conscientes de que chegou o momento deles; ou você acredita que o homem não sonha em ter uma família e filhos... Ser romântica nada tem a ver com devaneios e sonhos alucinantes por historinhas de livros, novelas e filmes com amores impossíveis... Conto de fadas não existe!!! Todo mundo tem a sua tampa da panela a sua está por aí... Agora!!! O que não pode é ficar choramingando, achando que o universo conspira contra você e dizendo que todos os seus amigos são galinhas, que os cursos que faz só têm mulheres e assim por diante... Tudo na vida são escolhas, então deixe de reclamar e vá a luta, erga a cabeça, siga em frente, pare de viver de restos e migalhas de um cara que não gosta realmente de você, que te procura quando não tem uma opção melhor, antes só do que mal amada, levante esse astral... Realize!!! Procure o que fazer!!! Durma de conga, belisque a parede, faça tricô, jogue sudoku, mas pare de se sentir a vitima das circunstâncias, não adianta forçar a barra, seja você mesma, logo irá surgir alguém bacana na sua vida, ninguém pode ser feliz usando a máscara de outra pessoa, se você não serve para ter P.A então para que insistir... Acorda ou volte ao jardim de infância para cultivar seu homem desde pequeno pelo menos esse eu garanto que não é casado e muito menos galinha. Peço desculpa se peguei muito pesado, mas acho que você precisava desse “chacoalhão”.

sexta-feira

Acredite no amor.

Bom é o seguinte, tenho 35 anos e ultimamente estou desiludida com o amor. Namorei 3 ou 4 vezes e tive alguns rolos... Mas no fundo quero alguém de verdade, quero amar e ser amada, ter alguém para compartilhar, que me assuma e que fique comigo (em Natais e Anos Novos principalmente)...rs. Quando parece que tudo vai bem, eles se afastam, arrumam desculpas esfarrapadas ou voltam para amores antigos, e eu levo um tempo para juntar os cacos... Não sei se é por conta da idade, mas os homens também estão com medo do compromisso ou a liberalidade do ficar e do sexo fácil que melhorou a vidas deles... Percebo isso em qualquer idade; dos 25 aos 35 ou seja não são somente os menininhos. O que falta para os homens? Vou falar sem modéstia; sou uma mulher que chama atenção, não sou nenhuma modelo, gosto de malhar , não aparento a idade que tenho, sou responsável, trabalho, gosto de cozinhar, sou divertida, vivo rodeada de amigos, e é claro tenho meus pequenos defeitos que se destacam na fase da TPM...rs. Bjs


Não perca a fé no amor por causa de alguns homens que não souberam amá-la do jeito que você merece e precisa, vá tocando a sua vida, os seus projetos e seus sonhos, coloque o amor em segundo plano por um tempo, deixe as coisas acontecerem naturalmente, logo vai surgir um novo amor na sua vida, quem sabe pode até ser definitivo, mas se não for em seguida virá outro... A idade nada tem a ver com a relação homem compromisso, não é de hoje que os homens têm medo de relacionamento, o principal motivo é o receio de ter a sua liberdade tolhida e saber que vai ter só uma mulher pelo resto da vida; o homem que pensa assim não está maduro suficiente para ter responsabilidades familiares e não sabe que o casamento pode ser muito bom quando se faz a escolha certa (uma esposa amiga, confidente, companheira, sincera, fiel, alegre...). O que precisa mudar é o estigma de que todo relacionamento é uma prisão.

quinta-feira

Ame pelo simples fato de amar.


Alguns depoimentos me chateiam, são pessoas que reclamam de não terem sorte no amor e por isso são infelizes, vou dar um exemplo; relacionamento de 3, 5, 15 anos ou mais quando acaba o que se diz!!! Não deu certo, perdi anos da minha vida nessa relação para acabar tudo em vinagre, foi um erro ter insistido e assim vai... O correto seria dizer; a nossa relação foi muito boa e fomos felizes por alguns anos, mas acabou e está na hora de escrever outra história, com um novo enredo e novos protagonistas... O que eu quero dizer é que a felicidade nem sempre está em um relacionamento longo e duradouro, que ás vezes vive-se de aparência, rotina e comodismo, empurrando com a barriga uma relação desgastada, o amor pode ser finito para os casais!!! A sua alegria não está em encontrar alguém para vida toda seria um pensamento deverás egoísta, a felicidade é a convivência diária com o seu parceiro, é estar dia após dia crescendo com a relação, ela pode durar 1 dia ou 100 anos, o que você não pode fazer é ficar preso a essa paixão como se sua vida dependesse disso. Contentar-se com apenas “um” grande amor ao longo da vida é o mesmo que acreditar em contos de fada ou até em papai Noel... Temos tanto amor para oferecer, dedicamo-nos tanto para amar os filhos, familiares e amigos... Porque não podemos ter vários amores (não ao mesmo tempo...Hein!!!). Lembrem-se essa é a minha opinião; cada um é o seu guia e faz o que bem entender da sua vida.

quarta-feira

Fugindo de compromisso.

Olá, achei seu blog super interessante e resolvi mandar um enigma: Qual é o problema em arrumar uma boa companhia? As mulheres têm afugentado os homens, os homens legais já estão acompanhados ou são homossexuais ou eu que sou uma “baranga” chata? Precisamos mesmo ficar indo de balada em balada para encontrar alguém? O pior é quando ouvimos de amigos e pretendentes descartados que somos ótimas, divertidas, inteligentes e apesar de todas essas qualidades sozinhas...O que fazer então para encontrar os digníssimos?

Acredito em uma mistura de fatores, por exemplo: A oferta está maior do que a procura, a independência financeira e emocional da mulher assusta homens machistas e inseguros, tem muitos homens que saíram do armário e assim vai... Os homens sabem que tem algumas mulheres fáceis que não se valorizam, isso faz com que percam o interesse nos relacionamentos duradouros pela vantagem de tê-las a hora que quiser, fiquei sabendo que as “casas da luz vermelha” estão indo a falência por causa disso...(risos). Não perca a esperança!!! Ainda existem homens interessados em um compromisso sério, mas a probabilidade de que você os conheça em uma balada é muito pequena, busque o seu amor através dos amigos eles darão dicas e referências, procure em aniversários, eventos sociais, reuniões pessoais, academia, trabalho, cursos  entre outros... Desejo a você uma boa caça...rs.

terça-feira

Quem fugiu do hospício? Eu, ela ou ele!!!

Olá Fred!!! Tive um namorado que quando estava comigo nunca queria sair, dizia não ter dinheiro ou estava economizando para o nosso casamento, mas quando ele terminava e queria voltar, ai sim!!! Ele me levava para sair ... Faz dois anos que terminamos, ele ainda continua me procurando, me liga ou vai a minha casa exibir o que comprou, diz que é só amizade, que só quer ficar comigo um "pouco"... Ele é louco? Por que ele tem esse tipo de atitude?

Louca é você!!! Que está amarrada em um relacionamento que terminou faz dois anos, saí de casa, vá se divertir, procure alguém legal para a sua vida, ele não quer mais nada com você, está apenas curtindo um “pouco” enquanto não arruma uma garota fixa; você virou comida congelada fria e sem gosto, quando não tem opção e está com preguiça, descongela e come; deixe o passado para trás, quem anda de costas é caranguejo bêbado na praia. Acorda!!! A fila anda para frente.

segunda-feira

Superando a timidez em nome do amor. (Nossa!!! Que título brega...rs).

Olá Fred!!! Sempre acompanho suas dicas, acho interessante o modo sincero que você responde as perguntas, é sempre bom saber como os homens pensam... Estou interessada em um rapaz do trabalho, comecei a reparar no seu jeito bem espontâneo, ele é uma graça, consegui algumas informações sobre ele através de uma amiga em comum, confesso que estou muito afim dele, o problema é que trabalhamos em setores diferentes e não trocamos mais do que algumas palavras e alguns olhares. Como você vê não é muito fácil me aproximar dele e ainda por cima sou tímida; já cogitei "usar" minha amiga que o conhece para nos aproximar, mas não quero parecer oferecida. Aceito sugestões. Abraços. Obrigada.
        
Vou lhe dar uma dica; faça parte da vida dele sem que ele perceba, descubra aonde almoça e o que faz nos finais de semana, faça desses encontros algo natural e casual, deixe-o notar que você está sempre perto dele; cedo ou tarde ele vai falar com você, nem que seja pela curiosidade de saber o porquê da sua presença em sua vida; quando isso acontecer deixe bem claro que essas coincidências e o acaso não são acidentes é uma realidade e que vocês têm muito em comum por isso dos encontros coincidirem. Ops... Faltou uma sugestão... No começo tente ir com a sua amiga nesses encontros casuais, os dois já se conhecem e pode ser uma boa desculpa para ele se aproximar de você sem causar nenhum constrangimento.

       

sexta-feira

Procurando uma desculpa para não ser feliz.

Estou saindo com um cara faz 2 meses, ele diz que está somente comigo e eu disse o mesmo a ele, mas sempre sou eu que ligo para ele, raramente ele toma alguma iniciativa, já cheguei a cobrar algum interesse da parte dele e ele me disse que eu estava sendo insegura e desesperada, que estamos no começo e ainda nos conhecendo para podermos enfim ter algo mais sério, porque ele gosta de mim e quer ficar comigo. Sou uma pessoa pessimista, acho que não vai dar certo... Não sei se é paranóia ou se é normal essa espera toda. Não sei o que devo fazer?

Moça não seja tão exigente!!! Dê uma chance a você de ser feliz; não vejo nada de errado em ir devagar é melhor assim do que fazer alguma besteira por impulso, as intenções do rapaz a princípio parecem serem boas e honestas, mas não deixe a situação acomodar, use a razão e dê a você um prazo para que esse relacionamento passe para a próxima etapa; se as promessas não forem cumpridas ou você se cansar da espera, siga a sua intuição ela é o seu melhor sensor e chuta esse “cara” para o espaço; não se desespere, a vida vai lhe dar outros amores, vá em frente sem choradeira, continue a sua busca quem sabe você ache o seu amor na terra do nunca ou até mesmo usando o pó mágico de pirlimpimpim... rs

quinta-feira

Ele tem várias mulheres e exige exclusividade.

Oi Fred. Estava olhando sua página e me interessou bastante. Conheci uma pessoa pela internet, após um mês de papo resolvemos sair e acabamos em um motel (tudo de bom). Ele falou que tem uma namorada e que mora com ela há 4 anos, mas continuo saindo com ele sem cobranças. Só que agora ele me pediu exclusividade porque não quer me ver com outro e se eu arrumar outra pessoa ele sai fora, não quero perdê-lo, estou em dúvida do que ele sente por mim... Tem dia que ele fala que sou demais e que eu o faço muito feliz, mas tem semana que não o vejo, ele não atende as minhas ligações por causa da namorada, Gosto de estar com ele, mas ele é muito mulherengo acho que ele tem outras; outro dia ele me levou a uma casa de swing foi o tempo de eu ir ao banheiro e ele já estava com outra, levei um baita susto e pedi para irmos embora; ele quer me levar na casa de swing novamente; o que você acha que devo fazer? Obrigada.

Se você gosta de ficar com o resto dos outros tudo bem vá em frente, mas eu diria para arrumar alguém que seja somente seu ou vai ficar os finais de semana, aniversários e dias festivos (Natal, Ano Novo...) sozinha; tenho muita pena da moça que namora com esse safado, espero que ela descubra e que ele fique sozinho sem nenhuma das duas, quero vê-lo chupando o dedo podre de um mendigo e choramingando que nem criança porque é o que ele merece. Com relação à casa de swing é legal você ir quando estiver preparada e de preferência com alguém de confiança que não é o caso desse rapaz.

quarta-feira

O homem só vai dar valor quando perde.

Olá Fred!!! Fui casada durante 9 anos e me separei há 2 meses, pois meu marido me tratava com indiferença, era como se eu não existisse, ainda por cima era dependente químico, não agüentava mais essa situação, durante muito tempo tentei me separar, dei várias chances para ele se recuperar e ele nunca acreditou, nunca levou a sério. Agora que estamos separados ele liga todos os dias para conversar, quando éramos casados nunca queria falar, qual é a dele? Um pouco antes de me separar o trai com um ex. namorado que não via há uns 12 anos, ele é casado, só saímos uma vez porque ele simplesmente sumiu, não atende o telefone... O que aconteceu? Pode falar, não esconda nada... Abraços!


O homem não aceita ser rejeitado e no caso do seu ex. marido é ainda pior, porque ele tem uma carência afetiva, muitos problemas emocionais e psicológicos no qual usa a droga para esquecer a realidade da vida, se você o aceitar de volta tenha a consciência que por mais que ele diga que mudou isso só será por um tempo, logo tudo voltará a ser como antes; com relação ao seu amante de uma noite!!! Ele sumiu porque não quer nada com você, ainda bem!!! Porque deixa você livre para achar alguém de preferência descomprometido e que lhe dê o valor que você merece.

terça-feira

Esquecida pelo namorado.

Fred, boa noite! Acho muito legal as suas dicas... Estou namorando desde junho, no inicio era ótimo ele me tratava bem e eu retribuía os carinhos e atenção. Depois de 2 semanas rolou...foi ótimo... Após dois meses disse que ele foi uma das melhores coisas que aconteceu para mim, ele se sentiu super seguro, pois bem tudo mudou, começou a sair aos fins de semana, inventa desculpas e mente para mim o tempo todo, começou a me tratar mal; ele sempre me ligava agora esquece que eu existo, viaja com os amigos e não dá nenhuma satisfação. Quando ele queria me conquistar fazia de tudo, agora que me tem nas mãos, trata-me com desprezo, quero o de volta correndo atrás de mim, quero vingança...rsrsrs. Um grande abraço!

Melhor acabar esse relacionamento “antes só do que mal amada”. Esqueça a vingança deixe a vida ensiná-lo, pois ela é uma grande professora; faça o que tem vontade, não se prenda a ele, gire a roleta novamente quem sabe você ache alguém bacana para amar; se resolver insistir no erro de estar com ele a sua insegurança e a sua autoestima irá para o brejo, erga a cabeça deixe o Pinóquio de lado, seja egoísta, goste primeiro de você, recupere sua altivez e a sua confiança, lute por alguém que realmente valha à pena.

segunda-feira

O lobo mau quer papar a ovelhinha.

Oi Fred tudo bem? Eu e o cara com quem estou saindo há 3 semanas já temos uma boa intimidade e o sexo é maravilhoso. Queremos passar para um próximo nível na cama, mas sou inexperiente e ele está insistindo muito nisso, estou preparando o clima, mas morro de medo... Quero satisfazê-lo e ele quer fazer o mesmo por mim; como posso fazê-lo entender que vários orgasmos na mesma noite não são tão importantes, nem fáceis de alcançar e também não é o meu objetivo principal?  Obrigada.

“Três semanas já temos uma boa intimidade...” (muitos risos). Se eu fosse você não liberaria o “furinho” tão fácil assim; porque quando ele conseguir aposto que vai acabar em pizza entre duas a seis semanas; ele é sexualmente infantil e imaturo; o prazer das mulheres nada tem a ver com a quantidade de orgasmos que ela venha a ter em uma relação sexual, acho esse relacionamento se e que posso chamar assim muito recente; aconselho a não se expor por completo, não precisa dar tudo de uma vez para um homem, tem que esconder um pouco da sacanagem para o futuro e sempre o deixando com aquele gostinho de quero mais, senão acaba perdendo a graça como tudo que vem fácil na vida.

sexta-feira

Amar quem não merece.

Eu tenho 21 anos e namorei um cara de 30. Antes de namorarmos ele corria atrás de mim, ficava me cercando até que não resisti e fiquei com ele; depois de 7 meses sem razão nenhuma terminou comigo, fiquei arrasada, afinal foi meu primeiro namorado sério e coloquei nele muitas expectativas. Já faz três meses que ele terminou comigo e ainda estou muito triste; de vez enquanto mando uma mensagem para o seu celular, ele nunca responde; a última vez estava meio bêbada e mandei um “eu te amo”... Sei que ele não está com ninguém no momento e para piorar a situação ele foi morar em outra cidade. Sou muito apaixonada, acredito muito no amor que sinto por ele. O que eu faço? Ele ainda gosta de mim? Por favor, me responda o quanto antes. Obrigada!

(risos) Esquece esse babão!!! Ele não quer mais nada com você, nem como estepe, saia dessa garota!!! Está na hora de olhar para os lados e achar alguém que lhe queira bem; porque continuar perdendo tempo correndo atrás desse rapaz; larga mão de ficar desesperada aonde já se viu mandar um “eu te amo” para alguém que não está nem aí para você, agora só está faltando você ficar louca e descabelada, ir a casa dele vestida em papel bolha, enrolada em uma fita de cetim e com uma maça na boca, acorda!!!  

quinta-feira

Sendo enrolada pelo barbante.

Namoro há 9 anos, mas brigamos muito por causa de uma relação mal resolvida. Ele foi casado com outra mulher e com ela teve dois filhos, não acredito que ele a deixou, ele vive sozinho nada o impede de morar comigo, toda vez que falo sobre esse assunto ele diz que precisa adquirir mais confiança em mim; será esse o real motivo para não morarmos juntos ou ele ainda tem alguma coisa com a ex. A mãe dele gosta muito da ex. e me odeia por ter tido um caso com ele quando ainda era casado. quero saber o que fazer nessa situação, se o deixo ou invisto nessa relação? Estou cansada de esperar uma atitude porque como disse são 9 anos.  Tem mais; quando ele fica com as crianças a ex. sempre está junto e eu sou excluída. Será que ele não quer nada comigo!!! Muito obrigada.

Esse “chove não molha” não está com nada já te enrola há nove anos, logo ele vai conhecer outra e você vai ficar chupando o dedo; dê uma prensa nele, vá para o tudo ou nada, está na hora de você se abrumar e tomar as rédeas da sua vida; com relação à esposa não há porque se preocupar, se ele ainda a quisesse já teria voltado para ela, pense no que você está perdendo acompanhando a indecisão dessa figura que só está te enrolando; a única coisa que se deve acompanhar por um determinado tempo são as novelas e mesmo assim elas terminam para dar início a outras... Dê um rumo a sua vida, pois ela está passando rapidamente, você tem duas opções: assistir pela janelinha ou ir junto para novas descobertas.

quarta-feira

Procura-se um chinelo.

Olá Fred!!! Tem um cara que estou de olho há muito tempo, sempre nos encontramos em festas, somos apenas vizinhos e antes do meu casamento já fomos amigos. O que fazer para esse homem olhar para mim? Ele é muito baladeiro, mas acredito que não tenha nada sério com ninguém, também acho que ele me vê somente como uma vizinha; eu queria deixar de ser pé frio e ser mais otimista; ajude-me!!!

Acho que ele não está interessado, porque o homem quando está afim mesmo que seja só para curtir ele já teria pelo menos dado uma investida (a não ser que seja boiola...rs). Como você mesmo disse; ele te vê como uma vizinha e outrora te via como amiga, nunca nutriu por você um sentimento maior que uma amizade e muito menos carnal; aconselho a desencanar, pois ele não é o seu chinelinho de pelúcia procure outro rapaz para esquentar os seus pés.

terça-feira

O bicho papão.


Oi bom dia!!! Tem um professor na escola onde estudava que eu sempre achei uma gracinha, mas nunca falei do meu sentimento por ele. Esses dias quando estávamos conversando no MSN surgiu o assunto, ele me disse que sempre evitou esse papo por ter sido meu professor, agora estamos nos falando com muita freqüência e o sentimento está voltando, mas agora ele está casado e eu ainda quero “ficar” com ele mesmo sabendo que posso me dar mal. Ele está me seduzindo pelo MSN está me deixando louca, eu sei que é tudo um jogo de homem. O que eu devo fazer?  Vou e tiro a limpo essa história ou deixo isso de lado.

Além de ter sido seu professor ainda por cima é casado, que belo canalha você foi arrumar!!! Vá procurar alguém descomprometido para ser só seu, se não tem outra opção; vá fazer tricô com a sua avó, tire esse babaca da sua cabeça, mas se você quiser insistir tudo bem, depois que ele te papar vai jogá-la fora como um papel de bala sem valor e depois não venha dizer que eu não avisei.

segunda-feira

Falta o respeito.

Olá Fred!!! Na verdade não sei nem por onde começar, pois nunca escrevi nada sobre o que acontece comigo. Com 17 anos conheci meu marido que cuidava de mim e me tratava muito bem, estamos juntos há dez anos e dessa união temos uma linda filha. Há mais ou menos 1 ano e meio ele mudou, está indiferente comigo, quando brigamos me maltrata com palavras horríveis. Nossas brigas estão se tornando uma constante e quase nos leva a separação. Ele trabalha a noite e não nos vemos com a freqüência que gostaria... Sinto que meu marido às vezes se cansa da vida de casado e isso fica cada vez mais evidente nos seus gestos. Ele sempre foi muito atencioso comigo desde que nos conhecemos, só que agora tudo mudou ele diz que naquela época era um bobo. Só para você entender melhor na nossa última briga estava me preparando para tomar banho quando ele chegou perguntando se eu queria ir junto levar o primo dele porque ele estava com umas sacolas e não dava para levá-lo na moto, eu disse que iria sem problemas, mas só depois que terminasse de tomar banho e me arrumar; acabei me atrasando um pouco, ele acelerava o carro e dirigia como um louco, eu já estava ficando com medo, foi quando um pouco exaltada disse a ele que não precisava correr tanto que eu queria voltar viva para casa. Nossa!!! Foi à pior coisa que fiz nesse dia, ele gritou comigo como se o meu pedido fosse algo horrível e sem noção; fiquei chateada e não falei mais nada durante todo o percurso de ida e também na festa do Natal. No decorrer da festa ele teve que me desejar feliz Natal e pediu para fazermos as pazes, não alterei a minha voz em nenhum momento e comecei a falar que estava triste porque ele sempre falava aos gritos comigo e que me ofende demais; bom!!! Ele se irritou de novo e disse que agora não queria mais desculpas que para ele estava bom daquele jeito e foi para o quarto deitar, tentei conversar novamente com ele tive que ouvir um monte de coisas do tipo; que não queria me ver e era para eu ficar com a minha família que eu ganhava muito mais; deixei-o sozinho e voltei para a festa, mas tive que retornar para o quarto para chamá-lo, pois o amigo secreto iria começar ele acordou nervoso e falando novamente um monte de besteiras tentei manter a calma para não piorar o problema. Fred!!! Acabei pedindo desculpas por uma coisa que não fiz para melhorar a situação e também não estragar o natal da minha família. Só que isso não é a primeira vez que acontece... Já chegamos a quase nos separar por essas atitudes que ele tem comigo e por eu me sentir muito sozinha. Às vezes ele fica conversando com os amigos até 2, 3 horas da manhã, e eu não posso ir à pizzaria com o pessoal da academia, quando saio com os amigos do trabalho ou converso com as minhas primas solteiras ele fica sempre desconfiado e fica no meu pé; quando saímos juntos ele se diverte com os amigos e fico sempre de canto; tenho a impressão que atrapalho a vida dele; ele sempre pode tudo e eu nada posso. Sinceramente eu não sei quem está errado. Muitas das vezes ele diz que quer curtir quer aproveitar a vida... E pelo tom de voz parece que não estou nesses planos. Quando está tudo bem, ele diz que me ama que não vive sem mim e isso e aquilo e no final me sinto usada. Beijos e obrigada pelo apoio. (M.D)


O cara só lhe vê poucas horas ao dia e não te agüenta, o pouco que está presente é somente para brigar, você se sente sozinha e acuada, têm que pôr sempre panos quentes na relação para evitar brigas, desavenças e xingamentos, aonde vai parar essa relação? Você diz que já tentou conversar, que expos os seus problemas; e ele nada fez para manter os dez anos de convivência. A única solução que vejo no momento e dar um tempo para os dois; a distância vai resolver; ele vai cair em si e ver o que está perdendo ou a separação será inevitável, mas de um jeito ou de outro o caso estará resolvido... rs O seu relacionamento está beirando a loucura, a relação está muito desgastada, vocês parecem irmãos brigando por um doce e começou a faltar um dos principais ingredientes para uma relação duradoura; que é o respeito, sem ele a tendência e piorar, logo vocês vão começar a atirar pratos, tamancos, cadeiras e candelabros um no outro... Aí, já sabe!!! Só a polícia vai poder resolver... rs