segunda-feira

Tem um bode velho atravancando a minha vida.

Saí de casa muito cedo, passei em um concurso público e comecei uma nova vida longe da minha família, sempre fui independente, sempre soube o que queria e corria atrás, tento fazer tudo da melhor maneira possível, me dediquei de corpo e alma aos meus objetivos, foi quando conheci uma pessoa 26 anos mais velha do que eu, sempre gostei de homens maduros, ele era um "colega" de trabalho. No inicio do relacionamento, me sentia a mulher mais especial do mundo, ele era uma pessoa interessada, fazia declarações, me elogiava, gostava das mesmas coisas que eu, apoiava o meu crescimento profissional e estudantil não que fosse preciso, mas me fazia bem saber que sentia orgulho de mim e eu estava muito feliz. Após dois anos nos mudamos para outra cidade e decidimos morar juntos, ele já era separado e fazíamos planos de casar. Tudo estava indo bem até que os filhos dele, começaram a implicar com o nosso relacionamento, eles achavam que eu estava interessada no dinheiro e que eu tinha uma qualidade de vida melhor do que a deles... Após o impasse, o filho mais velho decidiu que viria morar com a gente, até ai tudo bem, ele era filho e tinha o direito de viver com o pai, só que com isso veio à tona a sexualidade dele; o pai no início ficou arrasado, depois entendeu o filho e o apoiou, só que por dentro ele estava muito triste, a ex. mulher o culpou pelo o que aconteceu ao filho, e meu marido se tornou uma pessoa amarga; na época estávamos tentando ter um filho, mas por causa desses problemas ele se afastou de mim, tivemos muitas brigas, ele chorava, pedia para que eu entendesse, que era passageiro, só que com isso deixamos de viver... Ele só pensava nele e na família, fiquei grávida e muito feliz, mas tive uma infecção de trompa e perdi meu filho com 20 semanas de gestação, eu quase morri, e ele não estava presente, só apareceu para providenciar o enterro do nosso bebê e foi embora; eu fiquei 30 dias no hospital e só o vi uma vez, ele disse que não suportava passar por tudo isso, que precisava fugir, e minha família arcou com todos os custos. No ano de 2010 adotei duas crianças e agora meu marido disse que não tenho tempo para ele, eu cuido das crianças e ainda trabalho; ele usa a minha falta de tempo para chegar tarde em casa, não fazemos mais nada juntos, nos eventos e festas familiares tenho que ir sozinha, enquanto choro a noite, ele fica na rua se divertindo... Estou sofrendo sei que não tenho sido atenciosa, mas ele também não faz questão de ser, ele diz a todos que tenho vida de princesa, que devia tratá-lo bem porque tudo o que eu tenho foi ele que me deu, só que eu também trabalho. Estou em um processo de adoção, uma separação poria em risco a vida das crianças que poderiam ser tiradas de mim. O que eu faço? Ajude-me.

Que bela roubada você se meteu!!! Coloquei-me no seu lugar e a única solução que encontrei e largar a bicha velha, mas como você mesmo disse tem o processo de adoção... O que fazer? Arriscar a separação ou agüentar até que a papelada da adoção esteja OK e as crianças fiquem legitimamente com você... Com a separação você precisa provar que antes dessa decisão ter sido tomada já haviam iniciado um estágio de convivência com as crianças, precisa também que no pedido de adoção declarem com qual de vocês caberá a guarda das crianças, se vai haver um regime de visita ou qualquer outro processo legal que exista nesse caso e por favor procure um bom advogado de família para orientá-la... Vou lhe dar a minha sincera opinião; lute pela guarda das crianças separada do bode velho, acredite na justiça ela não pode ser tão má a ponto de prejudicar duas crianças que só querem um lar e um pouco de amor.

Mulher capacho.

Após 5 anos sem um relacionamento sério e ter atingido um ponto estável na carreira, comecei a ter sintomas de depressão foi quando entrou na minha vida um homem de 38 anos, sedutor, com uma vida social intensa, suas atitudes eram duvidosas e sem muita clareza, um homem misterioso que ainda por cima estava em um processo de separação de um casamento de 10 anos.  No começo se mostrava prestativo, mas logo isso foi mudando, tinha sempre uma desculpa e só me via quando queria, isto fora do trabalho, pois no ambiente do trabalho não largava do meu pé. Através das redes sociais descobri que ele está saindo com outra pessoa, então disse para ele se afastar. Fiquei recolhida por alguns meses e na primeira vez que saí conheci um rapaz e aos poucos começamos um relacionamento; nossa relação durou 2 anos e quando terminou lá estava ele de novo disponível.  Passaram-se seis meses e decidi dar uma chance para nós, novamente ele pisou na bola e após 1 mês ele sumiu por uma semana e não me disse nem tchau... Cortei relações definitivamente, comecei a receber flores, telefonemas e mensagens tudo sem identificação, sei que e era ele, mas ele negou. Ficamos mais um ano trabalhando juntos e após insistência de amigos decidi retomar pelo menos amizade. Voltamos a nos falar recentemente, ele está muito feliz e extremante prestativo comigo. Não consigo confiar neste homem, achei que estava preparada e forte para me comportar como uma mulher bem resolvida, mas a verdade é que ele mexe comigo. O que é isto? Amor? Obsessão?

Você já tentou por duas vezes se relacionar com esse babaca, para que insistir no erro por uma terceira vez, desencana!!! Vá pular poça de galocha ou fazer crochê, mas o que não dá para acontecer e vocês dois juntos novamente... Quem anda de costas é caranguejo bêbado na praia e lhe digo mais... Ele não serve nem como amigo, pois não teve o mínimo de respeito e consideração em nenhuma das vezes em que vocês estiveram juntos, ele podia ter sido sincero e não foi homem o bastante para admitir os erros e muito menos dizer a você o que realmente queria ao seu lado... Agora vem você dizendo que ainda gosta dele, saí fora!!! Você quer ser uma mulher capacho; aonde ele pisa, esfrega os pés; dá-lhe umas palmadas, algumas sacudidas; joga-te no chão e você está pronta para ser pisada novamente... Acorda!!! A fila anda!!!

sexta-feira

Existem homens melhores.

Olá Fred!!! Sou uma mulher independente, tive coragem de sair de casa e vir para São Paulo me especializar e um problema de relacionamento consegue atrapalhar a minha vida.... Namorei por quatro anos uma pessoa por quem sempre fui apaixonada... Tive problema com auto-estima e por isso aceitei muitas coisas no início do namoro; esses problemas fizeram com que o nosso namoro tivesse uma base fraca eu não consigo confiar nele... Nosso namoro esfriou por causa da minha especialização porque ficou complicado manter um relacionamento à distância, mesmo assim tentamos, foi quando dei conta que existem homens diferentes em São Paulo; os namorados, noivos e maridos das minhas amigas tratam suas mulheres de uma forma que eu nunca fui tratada...o nosso namoro tinha; altos e baixos e no final do ano voltei para a minha cidade, encontrei-o em crise e preocupado com a nossa felicidade, que éramos diferentes, que eu era fria, mas resolvemos e seguimos em frente, até que em uma discussão boba, ele gritou comigo, foi estúpido, ma mandou embora, apertou meu braço, fui para casa chorando, larguei-o falando sozinho e terminei o namoro, agora ele alega que estava alterado por conta do álcool, eu estou muito triste, porque quando nosso relacionamento está bom, é muito gostoso, me faz muito bem e eu sinto muita falta dele, mas não sei se vale à pena continuar, tenho medo de que essas reações se tornarem freqüentes... Eu sempre o achei meio grosso, ele discorda e diz que sou muito sensível... Estou perdida! Não sei se estou exagerando ou se estou certa... O que você acha disso tudo???


São nas pequenas atitudes que sabemos quem está ao nosso lado, hoje ele foi grosso e desrespeitoso, amanhã vai saber o que te espera... Pelos quatro anos de convivência esse relacionamento merece uma chance, mas somente após uma longa e sincera conversa de ambas as partes, você descobriu que existem homens melhores e com atitudes diferentes, revele a ele todos os prós e contras dessa relação; exponha tudo o que sente a ele, dê as soluções e se ele aceitar as condições, esteja ciente que pode não dar certo e que você vai precisar saber a hora de desistir e com coragem por um fim nesse embate, mas com a consciência tranqüila de que fez todo o possível por esse amor e com isso vai ter que esquecer o passado e dar um rumo a sua vida, começando por uma nova história e com um novo protagonista...

Saindo com um fantasma da internet.

Sou uma mulher de 30 anos do interior e que levo uma vida muito simples. Sempre tive problemas com minha auto-estima...  Anulei-me a vida toda e nunca tive ninguém que me apoiasse para ser uma pessoa melhor. Por ser assim, nunca tive um namorado, tive poucos amigos... Eu sempre quis um amor de verdade na minha vida, mas nunca aconteceu, até que em um bate papo encontrei um homem que me chamou a atenção. Começamos a nos falar quase todos os dias, no inicio ficava com pé atrás, porque a principio achei-o um pouco mulherengo, ele é bem humorado, de bem com a vida, me fazia rir, conversávamos sobre tudo, ele é um homem inteligente, muito profissional, que adora sua profissão e ama viver! Certo dia declarou que tinha parado com as "farras" por minha causa e eu estava totalmente apaixonada e ele correspondia, o que me deixava muito feliz! Então comecei a me cuidar, a ver a vida de uma maneira diferente com mais entusiasmo e emagreci 10kg. Ele tomou conta de mim e da minha vida, eu estava nas nuvens porque um homem maravilhoso havia se interessado por uma moça tão simples como eu.  Sabia tudo o que ele fazia,onde ia e com quem ia e eu fazia o mesmo, era um relacionamento muito intenso, nunca tinha vivido nada igual! Tínhamos sonhos e desejos em comum, isso só me fazia crer que tinha encontrado o homem certo para minha vida e que os dias de tristeza estavam chegando ao fim. Pensei até na possibilidade de mudar de cidade, já que morávamos em estados diferentes. Planejamos o nosso encontro para janeiro 2011, mas para minha surpresa em dezembro ele recebeu um convite para um treinamento de trabalho de três meses no exterior, quando ele me deu a noticia quase morri!  Ele disse para eu ficar tranqüila, que íamos nos falar sempre, que nos encontraríamos assim que ele voltasse.  Nas primeiras semanas ele me ligava, não falávamos tanto como no Brasil mas era alguma coisa. No Natal e no Ano Novo fiquei chateada ele só me ligou dois dias depois; a partir daí as ligações não tinham mais freqüência ele sempre dizia que estava ocupado. Pensei que depois de tudo que vivemos em quase um ano,mesmo que distante, eu fizesse parte de sua vida e que eu merecesse um pouco mais de atenção... Agora ele não responde os e-mails e nem os SMS; será que é tão difícil responder uma mensagem? Ele podia fazer isso no caminho de seus compromissos, no carro, sei lá... Não sei o que fazer e como agir... Só sei que estou completamente apaixonada e sofrendo por um amor que está longe e que não fala comigo. Espero ansiosa por sua resposta. Um abraço.

O que fazer? O jeito é arrumar forças e desencanar porque ele não está mais afim de você... Eu sei que a dor vai consumir o seu peito, essa dor a principio será insuportável, mas pense em tudo o que você realizou e por favor não se feche novamente para a vida, veja o lado bom das coisas, você provou que motivada é capaz de realizar o que quiser, melhorou sua auto-estima, começou a se cuidar e até emagreceu, não perca o foco do seu bem-estar, uma pessoa que está de bem com a vida ilumina os outros e o ambiente que freqüenta, e com isso atrai para si novas amizades e quem sabe um novo amor... Vou torcer para que esse não more tão longe de você e que não seja um boneco virtual

quinta-feira

Eu amo o meu amiguinho.

Olá Fred!!! Nunca pensei que escreveria para alguém que não conheço para entender o que acontece comigo. Tenho um amigo que conversamos sobre tudo e somos muito próximos, já ficamos uma vez (na verdade foi apenas um beijo) por iniciativa dele. Ele teve um relacionamento sério com uma pessoa e ainda fala com essa pessoa e não entendo o motivo, já que diz que não à ama mais. Acabei-me apaixonando por ele e disse o que sentia, mas ele disse que era melhor não, que ele não gosta de mim para ser a sua namorada. O que me confunde muito é que ele me trata muito bem, vive aqui em casa, saímos juntos sempre de mão dadas e ele planeja muita coisa comigo... Passamos todos os fins de semanas juntos às vezes temos pequenas discussões que nos faz pensar em se afastar mas não conseguimos ficar longe um do outro. Por isso não entendo porque ele diz que não gosta de mim como namorada e mesmo não ficando juntos ele age como tal. Sente ciúmes e demonstra isso... Diz que não gostaria que eu me relacionasse com outra pessoa porque isso faria com que nos afastássemos, ele me trata com todos os mimos, só não quer  namorar comigo. O que eu faço? Muito obrigada.

O relacionamento de um homem pode acabar, mas ele não descarta totalmente a pessoa que fez parte de sua vida, porque pode precisar dela no futuro (uma saidinha ou uma comidinha...rs). No seu caso os sentimentos dele podem aflorar se você vier a namorar e ele perder espaço para o seu namorado, e com isso descobrir o que realmente sente por você correndo o risco de ser tarde demais ou pode não acontecer nada o que caracteriza apenas uma amizade mais intima ou ainda por cima ele saí do armário e diz que faz parte do mundo cor de rosa... A solução é você se afastar e dizer que está tomando essa atitude por causa dos sentimentos que tem por ele, que está confusa e quer descobrir o amor, ser amada e poder amar e se não for ao lado dele, que seja com outra pessoa.

Doença de amor.


Olá, Tenho 50 anos, 03 filhos, divorciada há 14 anos, dizem que sou bonita... Fiquei sozinha por 5 anos depois do divórcio, vivia apenas para os meus filhos, até que encontrei um homem da minha idade que era casado, tudo começou como uma brincadeira de amigos, enfim isso já faz 8 anos. Quando ele se separou, achei que iríamos ter uma chance e fui levando, nos encontrávamos de vez em quando, para fazer amor, digo a você que isso ele sabe fazer muito bem e eu uma mulher inexperiente, só tinha tido experiência no casamento. Eu sempre com muito ciúme e me perguntando, porque não deu uma chance para nós. Descobri que ele tem várias amantes, ele mesmo me diz que tem saído com várias mulheres. Eu ligo todo dia para ele, tento convencê-lo a me ver, peço a ele para fazer amor comigo, pois preciso disso, e não tenho coragem de me entregar a outro homem. Fico pensando nele com as outras, eu o conheço e sei que nunca iria confiar nele, caso tivéssemos um relacionamento, iria desconfiar de tudo, não teria sossego, o cara é muito liso, tem desculpa para tudo, foi casado por 25 anos e teve amantes por todos esses anos e a mulher nunca desconfiou de nada, ele mantém uma imagem séria para todos e principalmente para a família que o vê como um homem perfeito. Penso que ele não quis algo mais sério comigo, porque eu o conheço intimamente e sabe que para mim iria ter que se explicar muito, mas eu queria viver essa vida de dormir junto, acordar, fazer amor a hora que sentisse vontade, tomar banho juntinho, passar final de ano juntos, ser amiga da filha dele, essas coisas. Ele é um vício na minha vida por causa disso estou tomando remédio para depressão, para ansiedade, mas não está resolvendo, quando ouço a voz dele meu coração dispara como de uma adolescente. Tenho 50 anos, filhos maravilhosos, quero viver um grande amor, não quero ir embora desse mundo sem ter sido amada dá mesma forma que amo esse homem. Tenho plena consciência do que é certo e errado, do papel que estou me submetendo, Digo a você que é bom ouvir o que um homem pensa. Não tenho amigas, não saio de casa para passear, vivo do trabalho para casa e de casa pro trabalho e tenho  muita vergonha dessa situação... Abraços e não desista das mulheres que precisam de você, apesar das nossas teimosias.

Você sabe e diz que nunca poderia confiar nele, fica se rebaixando e implorando pelas migalhas que ele te oferece, você está quase na sarjeta vivendo de titica de amor... Olhe para você e veja a pessoa que se tornou depois que conheceu esse homem, avalie a sua vida e se pergunte: A minha alegria está nas traições, na indiferença e no desprezo desse homem? A felicidade está nos momentos bons e reais da vida, ela não é um conto de fadas e nem sempre se faz presente porque existem muitas perdas e desilusões ao longo da nossa caminhada, viva cada momento com muita intensidade se doe para a felicidade, se estar com ele por alguns minutos a faz feliz então os curta como se fossem os últimos e assuma a culpa pelas suas decisões. O que eu vou dizer não é o que você quer ouvir, eu sei que você quer uma solução mágica para que esse relacionamento dê certo, mas nem mesmo o Mister M pode te ajudar nessa tarefa... Direi o que penso e sei que dificilmente você seguirá o meu conselho porque na verdade você está muito envolvida com essa relação nociva... Você sabe bem o que fazer, mas reluta em admitir e colocar em prática, acredita que pode mudá-lo e fazer com que ele te ame; os seus bichinhos internos dizem o contrário e você sabe que eles têm razão, mas a esperança é maior e o tombo também será muito grande se insistir nesse relacionamento sem futuro, mas você é vacinada, já é grandinha e tem plena consciência dos riscos e das escolhas que está fazendo para a sua vida... Como diz aquela famosa frase “Se conselho fosse bom a gente vendia”, mas assim mesmo deixarei o meu de graça para você...rs Larga o “Tio Sukita”!!! Aproveite que você é nova, inteligente, bonita e agora também é experiente, deixe a vida te levar, quem sabe pode aparecer um homem melhor em seu caminho, porque pior acho muito difícil...rs 

quarta-feira

Estava saindo com um cara de pau.

Olá Fred!!! Tenho 32 anos, sou uma pessoa inteligente, bem sucedida, divertida e bonita... Há 2 anos conheci um homem pela internet, que só após um mês de conversa, ele me disse que era casado e não tinha filhos, mesmo assim acabei me envolvendo com ele... Durante todo o tempo de relacionamento, eu tinha a ilusão que ele seria capaz de deixar a sua esposa e a sua mãe (todos moram juntos na mesma casa) para construir uma vida comigo... Como fui inocente!!! Enfim, me relacionei com ele por quase 1 ano e meio e ele sempre disse que a única coisa que poderia nos afastar era a falta de tempo e que a base da nossa relação era uma amizade real e sem interesse, somente um querendo dar o melhor para o outro... Detalhe: Ele nunca me falou o nome completo, nunca me deu o telefone, eu descobri tudo sozinha, até mesmo que ele engravidou a esposa, mudou de casa, trocou de carro e vendeu o presente que eu havia lhe dado de aniversário... Então caí na real, parei de procurá-lo, parei de ser a amante, disse que não queria mais viver aquela situação e que iria focar a minha vida em meus projetos... O mais surpreendente é que ele ainda me procura para conversar, quer saber se eu estou com alguém, que vai sentir inveja e que torce muito por mim... Na última vez que ele quis conversar comigo, eu disse que queria ter uma vida normal, que eu não o queria mais, ele falou que a renúncia dele por mim era porque queria que eu encontrasse alguém especial e que fossemos confidentes... Porque um homem mente tanto? Porque se preocupa com outra, se ama a mulher dele... Que tipo de homem é esse? Só quero entender, porque dentro de mim já acabou e hoje sou uma pessoa mais feliz, que não espera por migalhas e nem se ilude por uma pessoa que criada na minha cabeça. A única coisa boa disso tudo foi que eu cresci muito como mulher, com ajuda da minha terapeuta, do seu blog, da minha família, dos Amigos de verdade e de mim mesma!!! Muito Obrigada!!!

Estou rachando o bico de rir... O cara além de casado mora com a mãe e fica paquerando pela internet... hahaha. Esse é mais um tarado das redes sociais, que bela porcaria você foi arrumar!!! O apelido dele deve ser Power Guido...rs Você descobriu o nome dele por conta própria e ainda por cima acreditava que ele iria largar duas mulheres (mãe e esposa) para ficar só com você, realiza!!! Espero que você não se esqueça dessa lição e não caía mais nessas roubadas de homem casado, mentiroso e safado... Eu não entendo porque demorou tanto para se livrar desse babaca, ele se escondeu e não revelou nem o básico para você, essa era à hora de mandar esse cretino para o limbo da internet... Ainda bem que você é bem resolvida e escapou dessa enrascada, “antes tarde do que nunca”. O homem mente porque encontra mulheres que acreditam em suas ladainhas e quando elas descobrem, insistem no erro e continuam caindo em sua rede de mentiras... Algumas mulheres têm esperanças de que podem mudar as atitudes e o caráter de um homem... Muito difícil, quase surreal...rs Se um homem é mentiroso, será sempre mentiroso e assim vai... O Pinóquio que o diga...rs

Fiquei quatro anos com um frouxo.

Fred!!! Estou apaixonada pelo seu blog... Parabéns! Tenho 23 anos, namorei com um cara que uma semana depois de completarmos 4 anos de namoro ele me ligou e disse que não queria mais nada comigo. Dois dias depois nos encontramos e ele disse que não era feliz comigo, e que queria acabar com a "porcaria" do relacionamento que tínhamos. Entendi mas não me conformei, apenas segui minha vida tentando superar o tombo que eu havia sofrido. Após um tempo ele me procurou, saímos, conversamos e acabamos ficando novamente, mais nada sério, apenas uma noite para matar a saudade, e assim esses encontros passaram a ser contínuos. Enfim, hoje estou encanada nele de novo e não consigo tirar esse sentimento corrosivo de dentro de mim, no momento que eu estava bem ele me procurou, e hoje não consigo mais ser como eu era antes de voltar a sair com ele, sinto que ele me usa, sinto que ele me procura só porque não há nada melhor, ele diz que não que ainda existe um sentimento por mim, mas o que adianta se ele só está me fazendo sofrer novamente. Só que decidi que não quero mais isso para minha vida, quero ser Feliz, quero encontrar alguém que me valorize de verdade, mas não sei como dar o primeiro passo para essa nova fase. Sei que devo me amar acima de tudo, devo me valorizar antes que alguém me valorize, mas eu não consigo dar um basta. Sei que estou sendo muito boba em ceder quando ele me procura, mais quero saber como controlar minhas emoções, como conseguir dizer: "Não quero", "Não me procure" e dar um novo rumo a minha vida.

O que você pensa que é? Copa do mundo ou Olimpíadas? Esses eventos valem á pena esperar por quatro anos; o que não pode é você ser enrolada novamente!!! Não existe uma receita e muito menos um manual de como se livrar de ex. chato... O que você precisa é ter coragem, e força na peruca para chutar o individuo para o espaço...rs Não deixe o babaca te usar e atrapalhar a sua vida; ele é uma mala muito pesada para carregar, só vai lhe dar dor nas costas e nos ombros...rs O pior é saber que você ainda fica com ele e ainda nutre algum sentimento por um cara que não foi homem o suficiente para terminar o relacionamento de uma maneira apropriada, que te humilhou, falou várias grosserias e ainda por cima quer ter você como a marmitinha para quando não tem nada melhor para papar... Acorda!!! Levanta a bunda da cadeira, pare de falar e mande essa mula comer capim...

terça-feira

Ele perdeu o interesse.

Fred!!! Comecei a sair com um rapaz há alguns meses e desde então nos víamos pelo menos uma vez por semana, sabe aquele acordo que a gente sempre faz quando começa a sair com uma pessoa de que é só sexo e nada mais? Mas com o passar dos meses acabamos nos envolvendo, ele sempre dizia que as coisas estavam cada dia melhor entre nós, me pedia para não sair com mais ninguém além dele, me dizia que tinha ciúmes de mim e por final já estava pedindo para eu passar a semana com ele, só que de repente, ele sumiu por 10 dias e me chamou para conversar, disse que tinha pensado bem e era melhor a gente parar de sair porque uma hora ou outra um de nós dois iria acabar se machucando nessa história; alguns dias depois falou para as minhas amigas que estava namorando, eu desconfiei que tinha algo errado e fiquei só esperando para ver, não deu outra, em duas semanas o namoro terminou. Não consegui entender o porquê de ele ter feito isso, cheguei a pensar que ele era bipolar, porque a mudança de comportamento foi muito brusca, tenho certeza de que ele está sozinho e sinceramente acho que essa tal namorada nunca existiu, será que eu o assustei, por ser um pouco mais velha que ele ou será que ele realmente não gostava de mim?

Vou ser o mais sincero possível... Ele não está mais afim de você, por isso usou a técnica do bom moço, de que um de vocês poderia sair da relação machucado e magoado, foi um jeito simpático de lhe dar um fora... Não adianta dizer que ele é bipolar, louco, imaturo ou arrumar qualquer desculpa esfarrapada para o término desse relacionamento; ele simplesmente perdeu o interesse em você e a opção dele foi dispensá-la ou trocá-la por outra moça, mesmo ela sendo um fantasma ou uma realidade, isso não importa!!! Então o esqueça e siga seu caminho, porque agora ele virou passado.

Eu te uso você não me usa.

Olá Fred!!! Tenho 21 anos e conheci meu ex. namorado na escola quando tinha 16 anos, ele era popular e sempre me tratou como uma princesa, muito gentil e doce e eu era uma mosca morta. Nosso primeiro ano de namoro foi perfeito até que me tornei popular e confiante, mas o ciúme dele aflorou e me impedia de falar com os garotos, usar saias, decotes e decidia quem seriam as minhas amigas, com isso acabei me afastando de todos e voltei a ser sozinha. Ele só queria saber de sexo, era insaciável e eu nunca podia estar cansada ou sem vontade, ele usava de chantagens para obter sexo e vantagens, inventava fantasias que nem sempre me agradavam, ele sempre foi manipulador e tudo o que eu queria fazer dependia de sua aprovação e permissão, qualquer agrado que me fazia era para obter sempre algo em troca e dizia que isso era normal em um relacionamento, todas as mulheres fazem isso!!! Dá algo em troca de bolsas caras, jóias e carro novo... Será que todas as mulheres são assim? Aquilo foi me sufocando, sempre quis agradar e satisfazê-lo, quando eu transava sem vontade eu me sentia estuprada... Depois de algumas humilhações comecei a sentir nojo dele... Fui corajosa e terminei o namoro, ficamos cerca de um ano separados, mas acabei voltando... Sempre fomos amigos, confidentes e aventureiros, fizemos várias loucuras juntos, não consigo viver sem a amizade dele, sem a proteção dele; o que mais me incomodava na relação era a falta de respeito que tinha comigo, ele me traia e deixava os amigos me maltratar, dizia que não queria perder uma amizade de anos por causa de algumas ofensas, fiquei revoltada e parei de transar com ele, não por greve mas por não sentir mais vontade, nunca contei a ele o que sentia para não magoá-lo. Ele reclamava todos os dias e decidimos terminar novamente e até me mandou ir a um médico para tratar da minha repulsa por sexo. Por causa dessa relação eu me anulei deixei de fazer planos para o futuro e de pensar na minha vida; ele diz que eu nunca vou encontrar um homem que seja tão perfeito, gentil, carinhoso e que me ame como ele me ama. Hoje ele não quer voltar comigo, diz que eu não soube valorizá-lo e fui uma mal-agradecida, todos os amigos dizem que fui uma  boba ao terminar com ele, pois ele sempre me tratou como uma princesa. Eu não sei o que fazer, achava que ele era o meu amor verdadeiro, eu quero viver sem ele mas a minha insegurança de não ter ninguém na minha vida, não me deixa prosseguir. Tenho a sensação de que nunca foi encontrar ninguém que me ame, pois todas as pessoas vão ter qualidades e defeitos e se forem piores do que ele? Eu vou ter que ficar sozinha para sempre? Diga-me a verdade Fred, preciso de alguém que me diga que não estraguei minha vida ao me separar dele. E que posso vencer sem ele. Obrigada
Você tem que estar e ser feliz e pela sua carta acho que esse sentimento não está presente em sua vida!!! Primeira atitude mandar esses seus amigos da onça para o inferno e que eles enfiem os conselhos deles no rabo. Depois pare de falar com esse seu namorado bocó e imaturo, aonde já se viu dizer que um relacionamento funciona a base de troca; quando fazemos algo para alguém é porque gostamos dessa pessoa e não por obrigação, nunca devemos fazer um bem ao outro esperando por uma recompensa ou algo em troca... Acredite em você, confie nas suas escolhas, à única coisa boa que fez nesse relacionamento foi chutar o traseiro desse cretino... Agora é a minha vez de falar e despejar a minha raiva!!! Se eu lhe encontrasse na rua iria enchê-la de bolacha, cresça e pare de choramingar, vai ficar acomodada pensando que todos são iguais ou piores do que o retardado do seu namorado, deixe de ser mimada e infantil!!! Você ainda é nova tem muito que aprender com a vida, ainda vai passar por muitas experiências boas e ruins, vai cair e levantar várias vezes como uma criança que está aprendendo a andar e nem por isso vai desistir... Encontre a sua felicidade, mas saiba que ela não está ao lado desse fanfarrão inútil.

segunda-feira

A grande decisão: Ficar sozinha ou com uma porcaria?

Olá Fred, descobri teu blog tem algumas semanas e desde então o acompanho. Já tem 3 meses e meio que meu namoro acabou. Namoramos 8 meses e ele sempre aprontava comigo; desmarcava nossos programas em cima da hora, sempre tinha dinheiro, tempo e disposição para sair com os amigos e comigo nunca podia. Nunca gostava de fazer nada do que eu gostava. Já mentiu para mim dizendo que estava em casa dormindo e na verdade estava em um bar bebendo, tive que buscá-lo de tão bêbado isso é só uma das situações que aprontou comigo; eu sempre quis terminar o relacionamento, mas nunca tive coragem por medo de ficar sozinha; sei que sou bonita, tenho um bom futuro e sou muito legal, mas ainda sinto a falta dele. Tem dias que nem me lembro dele, mas em outros dias sinto muita falta, não sei se é bem falta dele ou de ter alguém. Às vezes parece que isso não vai passar e que não vou encontrar ninguém para minha vida!

Você fez certo ao largar o pudim de cana, ele só lhe causou desgosto com suas mentiras, desmarcava os encontros quando achava algo melhor para fazer, não te respeitava como mulher, amante, companheira e amiga, você sempre esteve em segundo plano na vida dele... Espero que você não tenha uma recaída e volte para esse babaca; não acredite em promessas, porque isso ele já o fez e não cumpriu, porque seria diferente agora? Quando você estiver pensando nele ao invés de pensar nos momentos bons que tiveram, tente se lembrar das coisas ruins pelo qual passou ao lado dele... Por isso pare de sentir pena de você mesma e vá a luta ou quer passar o resto da vida chorando e sentindo saudades de um pinguço que nunca esteve nem aí para você, se liga!!! Curta a dor da separação, ela vai te fortalecer e logo esse sofrimento terá um fim e você vai achar alguém legal que te mereça... Mude o foco da sua vida, curta os amigos e familiares e deixe o passado para o museu, siga em frente, pare de bancar a coitadinha e não vá se sujeitar a qualquer tranqueira por medo de ficar sozinha.

Precisa ficar só para recuperar o fôlego.

Olá, Fred. Há alguns dias tive meu primeiro contato com seu blog e posso dizer que já se tornou um vício ler suas respostas. Querido Fred... Tenho 31 anos e me considero uma pessoa bem resolvida. Lógico que, como todo ser humano, tenho meus períodos de altos e baixos, aqueles momentos de fraquejadas básicas, mas no geral eu consigo me reerguer até que rapidamente, mas vou te confessar uma coisa, esse "jogo do contente" tá me cansando um pouco. Depois dos meus últimos relacionamentos (rápidos, intensos e traumáticos), ainda assim eu decidi dar a chance de conhecer novas pessoas e quando digo que dei chance, na realidade eu me dei várias chances... rs Encontros com promessas de relacionamento (que não se concretizaram), encontros de puro sexo e encontros que não deram em nada, que resultaram naquela pergunta "o que eu estou fazendo aqui?"...rs Eu quero muito encontrar uma pessoa com as mesmas idéias que eu, com os mesmos desejos para o futuro, não sou uma pessoa que idealiza demais, eu sei os meus defeitos e sei quais defeitos dos outros eu posso tolerar, mas estou cansada de procurar, ter que sempre repetir as minhas histórias, de ter sempre de ficar naquele joguinho básico de sedução e morrer na praia. Será que existe salvação para mim? Como eu vou encontrar alguém se me cansei de conhecer pessoas? No fundo, acho que vou passar algum tempo sozinha, cuidando de mim, do meu bem-estar físico e mental. Será que é isso mesmo que estou precisando? Será que depois disso as coisas engrenam? Sei que isso soa mais como um desabafo, mas queria sua opinião a respeito. Beijos

Ficar sozinha é uma boa opção para recuperar o fôlego!!! Com essa atitude você pode se dedicar aos seus sonhos e conquistar o seu bem estar físico e espiritual, você pode também reavaliar e dar prosseguimento aos seus projetos que ficaram em segundo plano por causa de amores que nem sempre lhe fizeram feliz... Com relação ao amor tente identificar o que você procura com mais calma, logo vai surgir alguém que valha a pena investir; só espero que na sua cabeça você não tenha idealizado um homem muito perfeito (raridade); porque na sua carta notei que já tem bem definido o tipo de homem que procura para si, mas não se prenda a uma escolha, fique atenta aos homens que a principio não fazem parte do seu perfil, eles podem vir a surpreendê-la.

sexta-feira

Quem é a trouxa nessa história.

Oi Fred!!!  Descobri o seu blog e adorei, estou escrevendo justamente porque quero uma opinião de alguém que não me conhece e apenas vê os fatos narrados. Tenho um relacionamento com D. ele é o dono do escritório o qual trabalho, somos só nós dois no escritório, esse relacionamento, nem sei se dá para chamar assim, começou faz alguns meses, e ele tem uma namorada de 3 anos, sei que quando nós começamos, eles estavam em crise e a família dele não gosta dela, comigo é ao contrário, inclusive nossas mães são amigas, bom nesse meio tempo também comecei a sair com F. e acabei gostando dele quase me apaixonei de verdade a ponto de querer parar a relação com D., mas quando a relação com F. começou a desandar eu sentia mais vontade de estar com D., sempre fui uma mulher cheia de princípios e muita correta nas minhas atitudes perante os meus relacionamentos, porém vi que essas minhas atitudes me deixavam infeliz, pois de tão seletiva e certinha, acabava sozinha, de 2 anos para cá comecei a ter outro tipo de atitude, e parei de ser tão autocrítica, foi aí que entrei nessa situação, resumindo, terminei com F, porque eu suspeitava que ele me traía e não suportava a idéia, mas continuo com D., mesmo sabendo que ele continua com a namorada e agora comecei a sair com M. e confesso que não estou apaixonada por ninguém, aliás isso é difícil de acontecer comigo, sempre fui assim, mas tenho medo de no futuro eu me apaixonar pelo D. e como temos uma relação profissional em primeiro lugar, tenho receio que isso venha a atrapalhar os meus planos aqui no escritório, pois eu quero me tornar sócia, inclusive é uma pessoa que me incentiva e me ajuda muito profissionalmente. Gostaria de saber a sua opinião a respeito da situação que estou vivendo hoje, obrigada!

Você terminou com um dos rapazes porque ele a traiu e está fazendo o mesmo com a moça que está como uma tonta na relação... Saía fora desse suposto relacionamento ou vá para cima com tudo a não ser que você queira ser a amante eterna e ficar somente com as sobras... Pense no seu trabalho, esteja muito segura do que realmente quer, esse relacionamento pode vir a atrapalhar os seus projetos, será que vale a pena arriscar o seu futuro por uma aventura; Como você mesmo disse não estou apaixonada por ninguém... Então pule fora!!! E procure um homem descomprometido para você ou curta a sua solteirice com os amigos. O que não pode é ficar nesse chove não molha, pulando de galho em galho, enganando e sendo enganada.

Os pequenos gestos dizem tudo.

Oi Fred!!! Moro nos EUA, tenho 31 anos e conheci um americano de 29 anos, bem tranqüilo, calmo e boa gente. Estamos namorando a um mês e estou gostando mesmo dele. Ele e atencioso. Eu não sei se é coisa de americano ou dele, mas ele não e tão empolgado ao falar sobre o que sente, ele diz que gosta de mim, mas eu acredito que ele não esteja apaixonado. Eu fico triste, mas eu decidi não cobrar nada porque amor a gente não cobra. Só que eu não sei ainda qual será o fim da nossa relação ele não goste de mim. Preciso dos seus conselhos. Eu sou uma mulher tranqüila, independente, afetuosa e seleciono muito os homens que me envolvo (tive poucos namorados) e consigo viver sozinha e feliz. Beijão
Deixa de ser louca!!! Você já está pensando em como vai ficar quando terminar esse relacionamento!!! Dê uma chance para ele te amar... Eu acredito que o amor vem através da convivência, da confiança, do respeito e assim vai... O amor é um sentimento que cresce aos poucos e se consolida com o passar dos dias, geralmente o homem demora um pouco mais para se declarar quando esse sentimento é sincero e sem segundas intenções... Você não pode comparar o amor com aquela paixão louca e destrutiva que tem prazo de validade e que um dos dois acaba completamente destruído quando termina a relação... Preste mais atenção para as atitudes dele, pois os homens mostram que se importam através de pequenos gestos de carinho... Vá com calma, não atravesse o tempo do rapaz, deixe-o adquirir confiança para se abrir, se não der certo siga seu caminho e procure a felicidade em outra pessoa.

Vendendo o peixe.

Fred!!! Estou sofrendo porque os meus amores não duram o suficiente, eles sempre que terminam comigo, meu casamento durou 14 anos e também foi assim, depois tive um namoro, de 2 anos e também terminou... sempre sou eu que sofro por amor , porque nunca tive um amor arrebatador, aonde eu pudesse dar as cartas na relação... Não sou de prazeres e encontros casuais sem nenhuma ligação, porque preciso de uma atração, um sentimento, mesmo que seja pouco, ficar por ficar, às vezes sem saber o nome, não cola comigo... Sou romântica, fiel, gosto de cumplicidade, atenção e amor. Ajude-me a entender este universo masculino, gostaria muito de ter alguém para ser e fazer feliz, mas cada dia que passa está mais difícil... Sofro muito com esta insegurança, não sou atirada, e também não sou mais aquela garotinha, sou uma mulher madura, tenho 47, fico imaginando coisas horríveis, porque  os homens não desejam mais está idade? Beijos.

A frase "panela velha é que faz comida boa" tem que ser apreciada por homens inteligentes e maduros que queiram um relacionamento sério com conteúdo e não simplesmente carnal... Existem homens assim!!! São raros, mas eles estão por aí... Quem sabe você possa achar um só para você... rs Agora!!! Vamos vender o seu peixe!!! Os homens precisam saber as vantagens das mulheres experientes e não velhas ou tiazinhas como alguns desses babacas sem noção costumar chamá-las... A maioria dos homens mais velhos quanto caem na luxúria se esbalda e se lambuza com as novinhas, mas se querem ter novamente um relacionamento mais sério vão procurar mulheres com idades semelhantes à deles... Homens que sabem o que é bom; gostam de mulheres com vivência e conhecimento, elas entendem de sexo, são vorazes e dedicadas. A convivência é mais agradável e compensadora para ambos, elas são independentes e bem resolvidas, não tem problemas banais, ciúmes bobos ou implicâncias como as garotinhas. Elas são ágeis e sem complicações, não ficam enrolando, são decididas e capazes... Além disso sabem conversar e geralmente são engraçadas, não pensam tanto em dinheiro, o importante para elas é o prazer da companhia... As brigas não são tão freqüentes, pois elas já passaram por diversas experiências e sabem levar uma discussão ao nível mais elevado e às vezes já têm até a solução do problema nas mãos... Elas não se preocupam com futilidades e tolices do dia a dia e sim com a satisfação do casal... Homens de qualquer idade; não vacilem, abram os olhos para todas as possibilidades e sejam felizes.

quinta-feira

Sem confiança não há futuro.

Oi Fred! Tenho 19 anos e há um ano conheci um cara de 31 anos que mudou a minha vida, ele foi meu primeiro em tudo, me fez ver a vida de outra maneira... Quando o conheci ele era casado, ficamos algumas vezes, mas não passou de beijos e amassos... Resolvi me afastar dele porque nunca gostei de me envolver com homem casado, além de achar errado. Antes dele havia outra pessoa que me prometia, casamento, família e muitos planos futuros, nunca fui de sonhar em ser mãe, formar família e ter um compromisso sério pelo menos não naquele momento pois sou muito nova e queria curtir um pouco mais a vida, até esse homem aparecer na minha vida e tudo mudar... Ele se separou da esposa e começamos a namorar, foi tudo lindo até que comecei a desconfiar que ele ainda se encontrava com a ex. após alguns meses tive a certeza, só que já era tarde eu estava muito envolvida e foi uma grande decepção, tivemos nossa primeira briga e ficamos separados por uma semana, a dor me consumiu e corri atrás dele e voltamos, mas já não era mais a mesma coisa, as brigas se tornarão freqüentes, meus amigos diziam que ele me usava para esquecer da ex. e eu não conseguia controlar o ciúme e a vingança, com isso ele foi perdendo a confiança em mim e eu também já não confiava nele... Algum tempo depois terminamos e eu percebi que estava sozinha que tinha me afastado dos meus amigos por causa dele... Agora ficamos de vez enquanto, ele diz que gosta de mim, mas já não tenho mais lágrimas para chorar, a situação inverteu, mas cada vez que ficamos ele me conquista um pouco, agora não consigo ficar longe dele, quero e tento me afastar... Será que ainda há esperança para nós? Sou muito imatura e ele experiente demais. Estou enlouquecendo, estou ansiosa e estressada, já tentei outros relacionamentos, não quero mais ser a bonequinha na mão dele. Ajude-me a sair dessa por favor!!!

Para que vocês fiquem juntos precisa haver um resgate nessa confiança que foi quebrada e perdida por causa de traições e vinganças; sem essa base que é muito importante para um relacionamento com certeza a sua relação com ele não vai dar certo; porque vão continuar as cobranças, os ciúmes, as desavenças e sabe se lá o que mais... O certo seria você tomar coragem é dar um basta nessa relação (eu te uso, você me usa), procure sair com os amigos, faça uma viagem, beije muito na boca, evite conversar com ele, seja radical e explícita diga que não o quer mais, minta se for necessário, acabe logo com esse martírio; porque você é muito nova para perder seu tempo com “esse banana” e não adianta forçar um compromisso com outras pessoas para esquecê-lo, você só vai magoar quem não tem nada a ver com isso... Quem é a pessoa que sabe melhor do que ninguém o que é sentir esse tipo de magoa...hein? O dito cujo usava você para esquecer da ex. então não faça com os outros; o que você não gostaria que fizessem com você.

Loucura tem limite.

Oi Fred! Sou uma mulher que ama demais e preciso muito de ajuda. Amo tanto uma pessoa que sou capaz de dar minha vida por ele, já fiz várias loucuras e várias baixarias; peguei-o com outra e quase acabo com a vida dos dois, pois eles estavam de moto e eu joguei meu carro em cima deles. Tenho 43 anos e ele 25 anos; sei que deveria ser superior a isso, mas não consigo. Terminei um casamento de 12 anos, magoada e traída, fiquei 3 anos sem ninguém, até conhecer essa pessoa que trouxe de volta a minha alegria de viver, voltei a me sentir uma mulher interessante, apeguei-me a ele como uma tábua de salvação; fiz tudo o que podia e o que não devia achando que ele ficaria comigo, mas nada adiantou. Quando o conheci, ele era casado e a primeira loucura que fiz foi me apresentar para a mulher dele que já tinha um bebê e estava grávida de novo; ela foi embora, mas o contato com ele não terminou por causa das crianças; nesse meio tempo achei que ele ficaria comigo, grande engano!!! Ele conheceu outra menina e está com ela e eu rastejando atrás dele feito uma louca, não passo um dia sem ligar para ele... Depois de incansáveis ligações, consegui falar com ele e marcar um encontro; ele me propôs um prazo para terminar com essa menina e ficar comigo, sem contar que ainda existe a situação mal resolvida com a ex. esposa que quer voltar a qualquer custo e ele a aceitaria de volta pelas crianças; ele me pediu para não ligar mais enquanto ele não resolver esses problemas, disse para eu esperar ele entrar em contato e pediu também para eu não fazer pressão e nem cobrar nada; ele pediu exatamente o que eu não consigo fazer. A minha razão diz para eu sair fora, mas não consigo, será que você consegue imaginar o que sinto? Quero esse homem para mim, mas estou perdendo minhas forças, minha razão e o meu respeito. Por favor, ajude-me a sair do fundo desse poço.
Que loucura!!! Que amor doentio!!! Parece até filme de terror... rs Ainda bem que você não está atrás de mim porque eu também estaria fugindo de você... Cadê o seu amor próprio? Desista desse homem!!! Ele só tem 25 anos está todo enrolado, é problemático e já tem compromissos demais (filhos, ex. esposa, a outra, você), esse cara deve ter nascido em um pote de "mel-da"...rs Procure outro rumo para a sua vida!!! A princípio você pode até sofrer, mas futuramente verá que foi a melhor solução que tomou em sua vida... A tarefa dele já foi cumprida que foi fazer você se valorizar como mulher, agora é ir a luta, procurar por alguém que você possa amar e confiar, que não tenha tantas complicações e que não seja um amor obsessivo e desvairado... Amar uma pessoa não pode ser um vício ou uma doença, porque esse tipo de amor é nocivo e assustador, prejudica você e a pessoa que está ao seu lado, por favor controle-se ou então peça para uma amiga lhe jogar um mamão podre na sua cara toda vez que você surtar...

quarta-feira

Ele não te quer.

Há três meses comecei a sair com o "cara dos sonhos"; conheci na net, conversamos por mais de um mês e foi muito bom... Sou brasileira mas moro em Portugal e ele é português, mas ele não se manifestava, não me convidava nem para um café; até que a conversa descambou para o sexo e é lógico que o convite surgiu, foi uma noite de sexo perfeito que virou outra noite e outra... O acordo inicial é que ficaríamos juntos sem compromisso, a única exigência seria a fidelidade; acontece que me apaixonei por ele, comecei a ficar chata, ciumenta e bisbilhoteira. Sempre tivemos uma ótima conexão sou muito atenciosa, ele sempre diz que sou uma grande mulher, uma mulher de verdade, íntegra, honesta, trabalhadora que consegui fazer com que ele superasse o preconceito em relação às brasileiras. Ele só faz declarações quando está bêbado, fala sobre termos um relacionamento mais sério, nome dos filhos, enfim... Fala tudo o que uma mulher apaixonadíssima quer ouvir. Ele aparentemente sempre foi muito claro e direto comigo, nunca fez promessas assim como nunca negou que ainda freqüentava sites de relacionamentos e coisas parecidas. De uns quinze dias para cá ele começou a ficar estranho e eu mais neurótica, agora diz que não dá mais, que as coisas começaram a correr de uma forma que ele não esperava, que é melhor não prolongar uma relação que sabe que não vai dar certo. É capaz um homem que sinto que gosta de mim querer um fim sem existir outra mulher no caminho (ele garante que não)? Se ele diz que sou tão "grande e verdadeira mulher" porque não sirvo pra ele? Ajuda-me a tentar entender pelo menos um mínimo do que se passa naquela cabeça... Muitos beijos e obrigada!!!!!

Faz me rir!!! Em três meses ele é o cara dos seus sonhos... Saia fora!!! Você está se iludindo quando diz que ele gosta de você mesmo com a possibilidade de existir outra...rs Se ele gostasse mesmo estaria com você e não sendo simpático ao dizer que a relação não vai dar certo sem ao menos tentar... Ele podia usar várias desculpas para terminar essa relação podia aproveitar das suas neuroses, ciúmes ou pela sua insegurança, mas pelo contrário foi de uma educação ímpar para não lhe magoar...rs Às vezes os homens por estarem se sentindo bem e no ardor dos beijos ou no calor da cama acabam por impulso dizendo palavras bonitas, fazem planos futuros, do tipo filhos, casamento e outras “coisitas” e depois se arrependem como se estivessem em uma balada, aonde ele te beija é super carinhoso, diz lindas abobrinhas no seu ouvido, pega o seu número e não telefona... Porque eles fazem isso? Alguns homens funcionam através de momentos é como se tivesse um botão liga e desliga, hoje eu te amo, amanhã não te quero mais... O homem demora mais para aprender e aceitar o amor, tem medo de fazer escolhas em seus relacionamentos, demora para amadurecer e assumir responsabilidades... Somos por algum tempo fugitivos do amor e do relacionamento sério...rs

Aprendendo a viver.

Olá Fred! Infelizmente vejo que a grande maioria das mulheres ainda sofre da falta de amor-próprio. Muitas esquecem o seu valor e só dão conta se um homem "enxergar" por elas. Estou hoje com 32 anos, aos 25 fui morar com um infeliz que só queria saber de boa vida, enquanto eu trabalhava e estudava e ele sempre me colocando para baixo... Agüentei muito tempo e hoje quando olho para trás e vejo que a única coisa válida nessa relação foi fazer um resgate do que realmente valia a pena para mim. Não sou a melhor pessoa para lidar com o sexo oposto, ainda sofro, e faço burradas, mas sempre me lembro que o melhor amor para curar o outro é o seu próprio. Se um cara me sacaneia é só uma vez, não ligo, não peço para voltar, o corto da minha vida... Porque se eu não me valorizar é muito difícil que ele o faça, até pode acontecer, mas no fundo é para apenas reconquistar a confiança, algo que uma vez quebrado sempre terá conseqüências. Acho que existem homens com boas intenções, mas eles também ficam com medo de encontrar uma mulher que valha a pena, pois hoje se banalizou o amor. Não sou fechada para o amor estou sempre disposta a conhecer novas pessoas e deixar com que elas me conheçam, pois assim como muitos homens não me agradam, posso também não agradá-los! Acho que com tanta comunicação em nossa volta, esquecemos de nos comunicar... Aprendi com os meus tropeços que preciso ser sincera comigo mesma, e com o que quero para a minha vida. Não sou uma pessoa que pressiono, mas gosto de namorar, viajar junto, não faço joguinhos... Com a minha sinceridade dá para ver qual é a reação do cara, as atitudes e suas intenções, não adianta culpá-los pois cabe a mim recusar... Tudo bem que me decepciono, muitos me enrolam, alguns eu tento ver de outra forma, mas enfim, quando não é pra ser, não é!!! Então levanto, sacudo a poeira e sigo em frente... Não é fácil, porque coração e razão quase nunca se acertam, mas é preciso sempre acreditar que uma hora vai acontecer. 

Parabéns!!! Você sabe se valorizar sem ser radical, sabe bem o que procura e o que deve fazer, continue assim!!! Logo vai surgir alguém bacana para dividir momentos maravilhosos com você, mesmo que esse amor não seja definitivo, pois nada é para sempre... Curta sua vida e seus amores com a maior intensidade que puder; o casal que está aberto a uma conversa sincera está sempre um passo a frente daqueles que empurram os problemas com a barriga e que levam o relacionamento até um momento insuportável, quando se dão conta já é tarde demais o fim é inevitável e com isso perderam alguns anos de felicidade em uma relação desgastada e arruinada que poderia ter sido resolvida com um bom bate papo.

Diga não.

Oi, Fred! tenho 27 anos, sou uma mulher independente e nos últimos meses melhorei muito a minha auto-estima; hoje faço aula de dança, fiz novos amigos, viajei...  Enfim, reiniciei a minha vida tudo por conta de um cara que me deixou um lixo... No inicio ele me tratava bem, temos a mesma idade, profissão e amigos em comum; tínhamos tudo para dar certo, mas no primeiro encontro ele só falava sobre o seu carro, de que era único no mercado, que tinha teto solar, me contou sobre o seu salário e não parava de se gabar, nessa hora eu percebi a burrada em que tinha me metido, devia ter parado por ali, ele me levou ao motel, fui sincera e disse que nunca tinha ido e não fazia questão nenhuma de conhecer e sem nenhum respeito por mim insistiu e acabei aceitando; a noite foi péssima, depois de satisfeito, virou para o lado e dormiu, fiquei acordada esperando a hora de ir embora... Na semana seguinte nos falamos somente pelo MSN, ele começou a me tratar diferente, fiquei muito mal, odiei ter saído com ele, ter me envolvido e pior ter aceitado a situação do motel... Eu nunca tinha saído com alguém tão frio, ele não foi capaz de me dar um abraço; chorei um mês, não pelo o que aconteceu, chorei pela minha ingenuidade e pelo o fato de ser sido usada, será que o problema era comigo, porque ele me tratou dessa forma ou se ele tratava todas as mulheres assim... Eu acordava com raiva, com vontade de falar na cara dele o mal que ele tinha me feito... Ele é tão galinha que passa meses sem falar comigo, e de repente do nada, me manda e-mails, me convida para sair, deixo bem claro que até seria legal, desde que fosse no cinema, ele muda na mesma hora e arruma uma desculpa e desmarca... Na semana passada consegui desabafar, falei que ele não era confiável, que não respeitava as mulheres, consegui tirar um peso enorme das minhas costas... Ele não foi capaz de se defender, acrescentei que os erros podem ser consertados, e que é possível  recomeçar, basta ter vontade... Será que depois disso ele vai me valorizar? Acho que ele percebeu que não sou mulher de correr atrás de homem, afinal conquistei muita coisa sozinha e não dependo dele, queria muito que desse certo, que ele se apaixonasse, mas em nenhuma hipótese vou mendigar amor e implorar por carinho... É possível ele mudar?  Será que ele vai enxergar que ter um monte de mulheres ao mesmo tempo é tão vazio e que se dedicar a uma pessoa por vez é muito mais intenso e prazeroso? Até quando vale a pena tentar conquistar uma pessoa assim? Ou devo desistir e deixar a vida ensiná-lo... Tenho medo de errar por ter insistido, medo de errar por não ter feito nada...

Ingênua é pouco para a roubada que entrou, no fundo você sabia, mas acreditou que tudo podia ser diferente... Você já fez a burrada uma vez para que insistir no erro; agora você aprendeu que a maioria dos homens que está afoito, com pressa e cheios de mãos somente quer te papar; geralmente o homem que se mostra mais interessado e aquele que não se preocupa em levá-la para a cama nos primeiros encontros, pois sabe que não precisa ser afobado porque quer vê-la novamente e a oportunidade surgirá no seu devido tempo com um pouco mais de intimidade, carinho e zelo; não se apegue a raiva e muito menos a vingança você só vai perder o seu tempo, esqueça-o e siga em frente; como você mesmo disse; sou independente, não preciso dele e de ninguém; deixe a vida ensiná-lo, com certeza vai existir uma mulher que irá fazê-lo sofrer, porque no amor não tem como escapar da desilusão, pelo menos uma vez na vida todos nós sofreremos dores no peito por causa de uma rejeição; o nosso coração vai querer sair pela boca, ficar apertadinho e quebradiço; vamos sentir uma fúria incontrolável e uma grande vontade de ir a desforra; ficaremos com a boca seca e com as mãos molhadas de suor e assim vai... Espero que a sua lição você tenha aprendido... Não está afim, não está segura com a situação, não quer fazer... Por favor mulheres aprendam a dizer; EU NÃO QUERO!!!  

terça-feira

Sem rumo na vida.

Que dor insuportável, esta dilacerando o meu coração há 05 meses; fui traída e abandonada depois de 25 anos de casada, isso esta me deixando doente, não durmo, não me alimento, tenho duas filhas, elas me dizem que é para eu esquecer e arrumar outra pessoa, curtir a vida, estou com 54 anos de idade, não quero nada disso, quero meu marido de volta, sou capaz de perdoá-lo porque ele me faz muita falta, não consigo esquecê-lo, ele está muito mau, desempregado, ainda assumiu definitivamente a outra, e isso esta me doendo muito, pois ele não tem nem onde morar, sendo que a casa que construímos, foi por conta de nos dois, apesar dele ter me humilhado muito, o que eu posso fazer? Procurá-lo?

Eu sei que é muito difícil começar do zero, sei também que a dor da separação sendo ela por causa de uma traição dói muito, é muito duro perder alguém que ama e a rotina familiar que tinham... Meu conselho seria para seguir em frente, mas sei que não é o que quer ouvir, pois todas as pessoas que gostam de você já o fizeram... Vou lhe dar uma chance, se o quer tanto, lute por ele, abra o seu coração, revele os seus desejos de tê-lo ao seu lado e perdoado, mas por favor, saiba a hora de desistir e de entregar os pontos, não adianta dar murro em ponta de faca, só você saíra machucada nessa história, aprenda a viver sem ele, procure um descanso para o seu coração até que a dor seja amenizada, essa é a hora de ser egoísta e fazer o que sempre teve vontade e nunca pode... Se a sua felicidade não for ficar com ele e nem com outra pessoa, existem outras formas para ser feliz, apenas dê uma chance para que o tempo e a vida lhe mostrem esse novo caminho.

Confie no seu taco.

Olá Fred!!! Tenho 28 anos e há exatamente um ano estou solteira; sou bastante tímida e tive poucos namorados; um que durou 5 anos e outro que durou 1 ano meio. Meu primeiro relacionamento começou quando eu tinha 19 anos e foi muito traumático, porque eu tenho problemas de auto-estima, já fui gorda na infância e parte da adolescência e mesmo tendo emagrecido não sou bem resolvida com minha aparência, digamos que sou uma mulher insegura, fiz terapia e já melhorei bastante, mas isso ainda me prejudica muito, principalmente no lado amoroso. No meu primeiro relacionamento eu era muito imatura, tímida e tinha muita vergonha do meu namorado, quase não saíamos de casa e ele desaparecia do nada, passava dias sem me ligar e eu achava que era da personalidade dele, depois ele se formou e arrumou emprego em outra cidade, só nos víamos quinzenalmente, nesse intervalo ele não me ligava; foi aí que conheci um cara na faculdade e acabou rolando um clima entre a gente, como era desprezada pelo meu namorado acabei ficando algumas vezes com esse menino. Um belo dia meu namorado ligou dizendo que não conseguia sentir desejo por mim e outras coisas e terminou o namoro pelo telefone, fiquei arrasada, porque gostava muito dele. Então acreditei que o cara da faculdade fosse me pedir em namoro, mas ele era devagar quase parando, e acabou não dando em nada. Um ano depois meu ex. namorado começou a me rondar e pediu para voltar, prometeu casamento e eu aceitei sem nem pensar duas vezes; só que o namoro foi pior do que antes, quando tentava cobrar atenção, ele me respondia que não tinha prometido nenhum compromisso, mais uma vez fiquei arrasada, mas já estava cega e apaixonada por ele; sabia dele com outras, mas mesmo assim me humilhava por ele, quando pedia para conversar sobre a relação ele era super frio e me ignorava, só atendia meus telefonemas quando bem entendia e um belo dia sumiu sem dar nenhuma explicação. Quando fui saber dele ele já estava namorando com outra, bem bonita e mais jovem... Depois desse fim trágico comecei a me envolver com um rapaz 4 anos mais novo para ver se conseguia esquecê-lo. No começo ele me trazia muita alegria, mas sempre soube que ele era desses tipos aventureiros, que só queria curtir a vida, até por conta da pouca idade mesmo; meus pais eram totalmente contra o nosso relacionamento, diziam que ele era muito safado; ficamos juntos 1 ano e meio, até que não agüentei mais, fiquei sabendo que ele era super mulherengo e estava noivo de outra. Agora estou traumatizada, meu primeiro namorado nunca saiu da minha cabeça e aquele rapaz da faculdade voltou a aparecer se declarando para mim, dizendo que sempre gostou de mim, mas que não sabe o que fazer quando estamos cara a cara, pediu mais uma chance, só que eu não gosto dele, ele é sem atitude. Ando meio confusa, da outra vez que ele se declarou eu disse que não gostava dele, ele passou 2 anos sem falar comigo; fico com medo de rejeitá-lo e não aparecer mais ninguém na minha vida. Estou com a auto-estima mais baixa do que nunca. O que você acha?

Você precisa ser mais confiante e deixar esse sentimento transparecer... O relacionamento é um jogo de insegurança quem está mais seguro sempre vai levar vantagem sobre o outro, se você deixar um homem saber dos seus medos, ele vai se aproveitar porque sabe que não vai largá-lo, vai pisar em você e achar que pode fazer o que quiser; as pessoas confiantes sempre têm o controle da situação e de sua própria vida, isso nada tem a ver com a beleza, você precisa inverter essa situação o importante é estar bem consigo mesma... Antes de se comprometer com alguém aprenda a confiar no seu taco, ou você é tão tolinha que acredita que os dois homens que papou, estavam com você por pena? É claro que não!!! Eles viram algo especial em você, mas esses seus problemas internos fizeram com que você não enxergasse a sua própria beleza, e o seu encanto que fascina os homens... A casca ajuda a conquistar, mas o que você tem a oferecer; carisma, carinho, amor, segurança, inteligência, entre outras e que mantém um homem ao seu lado... Então larga mão de ser mimada, de ficar bancando a coitada e lute por você, não se menospreze e não fique com esse babaca sem atitude por achar que não vai conseguir ninguém melhor para a sua vida; lembre-se o problema está em você e nas escolhas que fez; ganhe segurança e mostre aos homens que você pode viver sem eles, logo você vai arrumar alguém que te mereça e não o contrário.

segunda-feira

Pare de chorar e vá a luta.

Olá Fred!!! Tenho 28 anos minha auto-estima está baixa, fui casada por mais de 10 anos, tenho dois filhos e o amo de verdade, moramos 6 meses juntos mesmo estando separados, eu estava sofrendo muito então resolvi  alugar uma casa e sair de lá... Conheci uma pessoa e começamos a namorar, ele ficou sabendo e foi na minha casa pedir para voltarmos, mas ele estava ficando com uma menina, terminei meu namoro e voltei para ele, ele prometeu que ia mudar e eu acreditei porque o amava, só que foi tudo mentira ele  não mudou suas atitudes, ele vive com os amigos e não está nem ai para mim, chega tarde não liga e nem dá satisfações, eu sei que estou me humilhando e me rebaixando, faço isso porque o amo, mas ele não está nem ai para mim e nem para os filhos, ele não me da atenção, nem carinho e estamos nessa já faz seis meses. Tenho medo de terminar com ele a minha insegurança é vê-lo com outra, mas não estou agüentando mais essa situação... Por favor me ajude, me dê um conselho ou algo assim... Tenho medo de ficar sozinha e acho muita injustiça o que ele faz comigo, ele só me procura quando precisa de alguma coisa ou de dinheiro, não me ajuda em nada, não da pensão para os filhos, e vive na bagunça com os amigos, estou cansada de sofrer e me preocupar com uma pessoa que não me dá valor, mas tenho medo e sou muito insegura...

Você me deixa bravo com esses seus pensamentos chulos!!! Quando você se separou pela primeira vez você não conseguiu um namorado? E agora vem com esse papinho de que tem medo de ficar sozinha, larga mão de ser trouxa e pense!!! Você se casou com esse cretino; porque acredita que não vai conseguir outro homem para a sua vida; mande-o embora e faça com que ele pague a pensão dos meninos, ou coloque-o na cadeia que é o lugar dos safados, quem sabe ele aprenda a ter responsabilidade, porque na hora de fazer os filhos ele foi muito macho, mas na hora de assumi-los é um belo covarde... Acorda!!! Pare com essas lamúrias, com essa choradeira e tome as rédeas da sua vida, você não precisa desse palhaço para nada; o que adianta ter um marido que não é presente, que não lhe dá carinho e muito menos amor, antes só do que mal amada... O que você quer das pessoas? Que elas sintam pena de você... A escolha é sua, não está satisfeita com a vida que tem então a mude... Eu sinto pena das pessoas que passam por situações em que a vida lhe tira a possibilidade de mudar, você é nova e tem muita força para fazer o que quiser da vida... O que é inconcebível; é ficar em um relacionamento falido, sem amor, sem felicidade e ainda por cima gritar para os sete ventos que o ama, e no fundo fica sofrendo como um peru na véspera do natal... E muito mais fácil se abater, chorar e esperar por um milagre da vida do que ir a luta... Fique aí culpando a sua depressão, a sua sorte, a sua auto-estima e assista a vida passar pela janelinha medíocre da sua casa, porque se você não fizer algo por você ninguém o fará, busque a sua felicidade, não espere ela cair do céu, já disse várias vezes e repito novamente; amar não é sofrer, amar é ser e estar feliz...